Mais uma noite marcada…

A vontade voltou, do teu corpo sou, acordaste-me o instinto, insano e felino, do meu modo distinto, em que tudo consinto, o modo de gata assanhada, que te faz render, começo a caçada, na noite serrada, vou-te surpreender.

Visto a minha melhor pele, do perfume abuso, quero que fiques com o cheiro, de essência florida, de jasmim contida e das especiarias, que largam magias, te inebriam e seduzem, à loucura te conduzem, espalhado no teu corpo inteiro.

Parto à aventura, em modo gata segura, bato-te á porta, com toda a lisura, e sem esperares, a visita tardia, nesta noite tão fria e de sentimentos vazia, aproveitas para te vingares.

Sem eu esperar, a gata assanhada, poderosa e decidida, nas tuas mãos não é nada, de tão domesticada, hoje és tu que me vendas, livras-me das minhas rendas, e sem hesitar, dizes que me vais tatuar, como a noite passada, que em nós ficou marcada, vais-me castigar.

Exploras-me com os dedos, cada curva e recanto, provocas sensações, de meras ilusões, atiças-me sentidos, intensos e vividos, descobres segredos, expias todos os meus medos, provas o meu gosto, e dás-me a provar, num gesto tão íntimo, que num momento ínfimo, me faz o corpo a ti abandonar.

E com um poderoso beijo, o meu gosto em nós, atiças-me o desejo, e a gata rebelde, já tão domesticada, toma-te como seu dono, rende-se ao abandono, entre toques e beijos, insanos desejos, em mais uma noite acalentada, que em nós ficará marcada.

Miss Kitty #69Letras

Deixar uma resposta