Estremeço

Estremeço…
Sempre que sonho estremeço…
Entrego o meu corpo e alma aos mais sórdidos pensamentos, os que retráio, e que guardo só para Mim…
Liberto-me de Ti, de Tudo, sou Eu, na verdadeira essência… Carnal, despudorada, livre de medos e preconceitos…
Nesta viagem, elevo-me ao mais profundo dos prazeres…vou acordando molhada, quente e sedenta de prazer, de querer, de vontades impuras e deliciosamente quentes…
Não há justificações, nem desculpas, nem luxúria sem gemidos, sem gritos de dor…
Quero-te!!! Puxo-te contra Mim! Uso e abuso de Ti e depressa te abandono, entregue ao vício no nosso cheiro…
Vejo-me de fora, aprendo, e relembro os nossos momentos, e acordo…Sim, sou Eu e Tu… ali, na mesma cama, no leito de sempre… envoltos em desejo rendemo-nos ao Amor…
E de novo, estremeço…

MISS U

Deixar uma resposta