Entrelinhas…

Quero cada curva, dessa pele que é tão tua, desse corpo perfeito, que ninguém pode pôr defeito, que me deixa a alma nua, e me acelera o peito, que é pedaço de mau caminho, neste jogo tão perigoso, tão deliciosamente caprichoso, e tento ganhar com jeitinho.

Quero sentir o teu toque, que me tira toda a calma, esse toque que toca a alma, me arrepia todos os poros, e cada centímetro que vejo, quero percorre-lo com os dedos, saboreá-lo num beijo, de especiarias condimentado, e cheiro a desejado, que desvenda os teus segredos e sossega todos os teus medos, de tão adocicado e intensamente degustado.

Quero sentir quão doce é, o bater do teu coração, esse que tens defendido, porque nele perdeste a fé, tão triste, gelado e ferido, quando te entregas à paixão, torná-lo descompassado e livre, por baixo dessa pele que vejo, e que me engrandece o desejo.

Quero que me sintas, nestas palavras que escrevo, pois dizer-te não me atrevo, e que me leias nas entrelinhas, desvendando vontades minhas, reescrever o teu destino, fazer-te voltar a menino, e neste jogo perigoso, da sorte ser o teu trevo.

Miss Kitty #69Letras

Deixar uma resposta