Bombeiros das nossas vidas

Todos os dias nas noticias destacam-se. A população já não vive sem eles. Salvam vidas, lares, memórias tão valiosas para nós meros mortais, contudo todos os dias eles fazem-se de super-heróis para garantirem a nossa segurança. Mas por incrível que pareça são subestimados, por vezes desprezados e atrevo-me até a dizer marginalizados por parte da sociedade. Mas isso acaba HOJE.
Se depender da Miss Steel e da comunidade 69 letras, esses anjos de guarda terão o devido mérito e reconhecimento!
Por isso, decidi agarrar num bolo gigante, muita bebida e dirigir-me ao quartel de bombeiros mais perto da Rua dos Prazeres.
Estranho, não está cá ninguém.
– Está cá alguém?
– Bom dia. Estou só eu. Em que posso ajudá-la?
Viram a foto do texto? Pois, eu sei. A mim também me impressionou! Como podem trabalhar os nossos bombeiros com falta de fardamento? Coitado, aposto que tem frio…
– Oh Desculpe. Quer um casaco? Ou uma t-shirt? Moro aqui perto, posso ir buscar!
Miss Steel a pôr a pata na poça…
– Bom, eu trouxe umas bebidas e um bolo para vocês como agradecimento a tudo o que fazem por nós.
– Muito obrigado! Que simpático da sua parte. Infelizmente são raros os gestos de agradecimento para com a nossa instituição. Venha comigo. Temos um refeitório onde poderemos pousar tudo para quando os meus camaradas chegarem.
– Aonde foram? Algum fogo aqui perto?
Credo será que deixei tudo fechado em casa? Ou já se tornou evidente o fogo que este Deus grego provocou em mim. PÁRA STEEL! Mania que tens de pensar que a culpa é sempre tua…ele que se vista…
– Sim mas segundo ultima atualização via rádio, a situação encontra-se sob controle.
A minha situação nem por isso mas adiante…
Continuamos a pôr a mesa para os heróis que estavam a chegar de mais um dia de batalha contra o fogo. Entretanto ele ia-me contando histórias que mais pareciam ter vindo de filmes com atos heróicos e de puro altruísmo. Depressa esqueci-me que ele tinha um corpo de sonho e fiquei-me pelas memórias daquele ser humano que embora sendo tão jovem, já viveu imenso…
Chegou o resto da equipa. E todos se juntaram à mesa a comer e a beber. Mas acima de tudo, a agradecerem a Deus por mais um dia que passaram sem perderem nenhuma vida humana.
E vocês? Já agradeceram hoje a Deus ou ao cósmico por alguma coisa?
Fica o meu mais sincero agradecimento a esses homens e mulheres que abdicam das suas vidas, todo os dias, em prol das nossas famílias.

©Miss Steel 69letras 2017 

Deixar uma resposta