Ou amas ou amas. Ou queres ou queres.

Achava ela que nunca estaria preparada e que seria sempre uma inapta, incapaz de confiar o seu coração e tornar a amar. Achava ela mas o que é que ela sabia afinal?

A vida é quem sabe. Sabe tudo antes de nós.
Em segundos tudo muda.
De repente estás preparada sem saberes que o estavas e sabes porquê? Porque é aquela a pessoa por quem esperavas sem saber.
Quando há dúvidas,
quando o passo for maior que a perna tu amedrontas-te com o abismo que a incerteza te pode trazer e se tal acontece, então essa não é a pessoa certa para tua vida.
Acredita. Com ela foi igual. Era a rainha do medo e das desculpas. Nada servia, ninguém era suficiente. Às tantas já achava que o problema era dela, já que todos à sua volta saltavam de relação em relação e amavam um amor seguido de outro com a maior das naturalidades. Para ela era tão estranho como a matemática sempre lhe pareceu, números e letras e símbolos! Ela não entendia a equação. Até que chegou a tal pessoa e tudo fez sentido e com facilidade ela desmontou a equação e entendeu o desafio que é amar. A equação do amor é SENTIR. Apenas SENTIR e deixar ir na corrente…numa paixão sem regresso!
A tua pessoa certa é aquela em tu nem pestanejas e simplesmente te atiras para dentro do se coração num mergulho destemido sem tempo de complicar… apenas ir, sentir e confiar que à torna estará alguém de mão estendida para te segurar.
Há pessoas que parecem as certas,
que parecem um vislumbre da felicidade com que anseias partilhar… contudo,
QUANDO
o teu passado for maior que o presente então não é dessa pessoa que tu precisas.
É de uma outra que está para vir e vai trazer tamanho alarido nesse teu coração que não tens mais tempo para dançar com o passado e apenas o presente ao lado desse amor te importa!
Na dúvida,
não queiras nada.
Espera
até quereres tudo, sem dúvidas.
Sem essas merdas de um passo de cada vez.
Ou amas ou amas.
Ou queres ou queres.
A Vizinha

Deixar uma resposta