O meu anjo negro

M18/ Texto erótico

Não me importo do que digam… até demais sei eu que não prestas para mim.Nem para mim nem para ninguém!

Mas só tu me sacias desta fome que carrego ao peito. Esse desejo animal que me invade cada vez que anoitece.

Pensas que não sei que és tu?

Vens na penumbra de noite me invadir a alma e deixar-me esfomeada e a implorar pelo teu sexo.

Só tu me fod3s daquele jeito que me deixa aliviada deitada no chão com as pernas a tremer.

Esgotada… semi morta… És o meu anjo negro que me enlouquece de prazer até quase morrer…

Vem até mim. Possui-me uma única vez mais… sei que te peço sempre só mais uma vez… mas dói mais a tortura de não te ter do que ser torturada por ti na cama até me arranhar…

Fod3-me só mais uma vez, deixa me gritar-te ao ouvido de prazer até que a voz me doa.

Arranca este vazio do meu corpo e preenche-me com o teu néctar pelo diabo abençoado. Satisfaz-me enquanto devoras a última pinga de decência em mim.

Leva-me nessa morte apetecível que tão inesperadamente  ressuscita-me. Rasga-me os últimos raios de humanidade que resta em mim.

Mas sacia a minha sede que tenho de ti.
Imploro-te… só mais uma vez! E quando acabares comigo… peço-te que acabes de vez.

©Miss Steel 69Letras 2017 

Deixar uma resposta