Musa11

– Tenho medo de cair…!
– Mas… e se voares?
Foi a questão que me fez seguir em frente
Apareceste na minha vida, sem te procurar e, voei
Senti-me viva
Maravilhada com tudo o que é possível viver num minuto, num instante
Não fazia ideia de que era capaz de ter emoções vivas
 E, que o meu corpo era único na sua forma de sentir,
As mãos frias, a respiração acelerada, o tremor na voz,
O sorriso constante e impossivel de disfarçar, o tesão a pedir me mais.
O orgasmo sentido intensamente, a troca de olhares
Mas de que vale ter voado se agora que me sinto em pleno voo, sou obrigada a ficar sem asas?
De que vale me mostrares tudo do que sou capaz, se não é contigo que posso estar?
Para quê as promessas vazias?
Sou viciada na tua escrita, mais ainda no que gravas em mim
Sou tão feliz no tão pouco que me dás
Sinto me capaz e cheia de vontade de viver as mais loucas experiências, cheias de alma
Mas sou sempre convidada a ver a realidade e, é aqui que tu não estás
É aqui que também sinto que não sou para ti o que me dizes que sou
MUSA #69Letras

Deixar uma resposta