Finalmente

image

Texto Erótico | M18

Será hoje o dia que nos vamos conhecer, a medo, depois de tantos encontros adiados por receio das nossas reacções e desejos, finalmente será hoje o dia.
A ansiedade começa a tomar conta de mim, tomo um banho demorado para relaxar, abuso do meu perfume de côco, doce, e visto-me como normal, simples, como sou porque é isso que quero que vejas e que quero que te desperte interesse.
Sem mais demoras vou ao teu encontro, o tal jantar prometido só para nos conhecermos, mas que no fundo sei que não vai ser assim, sinto-o, e quando te vejo junto ao restaurante tenho a confirmação, um maldito arrepio que me percorre todo o corpo e me deixa sem reacção e tu apercebes-te, esboças um sorriso perverso de aprovação como se estivesses a confirmar uma teoria.
Vens ao meu encontro, passas a mão na minha face e continuas a descer até ao meu decote, sentes-me tremer e paras, dás-me um beijo nos lábios de fugida e sussurras-me ao ouvido com essa tua voz profunda e quente “És minha… Vem comigo…”.
Sem hesitar sigo-te até tua casa, assim que entramos deténs-me e dizes “Confia…”, depois percebo o porquê, vendas-me os olhos e deixas todos os meus outros sentidos em alerta, confiante mas tão vulnerável.
Levas-me para o quarto, sinto o teu cheiro e o teu calor mas não te vejo, o que cria em mim uma ansiedade e desejo de antecipar cada movimento teu. Despes-me lentamente, o teu toque queima a minha pele, até me deixares nua, exposta, à tu mercê, de corpo porque de alma já o tinhas feito à muito tempo.
Beijas-me num demorado e arrebatador momento em que de seguida vais prolongando por todo o corpo, demoras-te nos meus mamilos e na curva dos meus seios, até perceberes o quão pronta estou, e vais descendo até a fonte do prazer que exploras incondicionalmente entre toques e lambidelas ritmadas que me levam à loucura fazendo-me implorar por te ter dentro de mim, que acatas com prontidão e lentamente, fazendo-me sentir cada centímetro, nesse momento és parte de mim e sou parte de ti.
E nessa dança ritmada de corpos e almas não demoramos muito a explodir, ao mesmo tempo e olhos nos olhos, num orgasmo intenso que nos deixa completamente rendidos, confirmando tudo o que sempre tememos.
– Como podes ver és minha, e eu sou teu… Mas hoje a noite é tua! – dizes.
Definitivamente, talvez um dia consigamos ir ao tal jantar, mas não será hoje decerto…

Miss Kitty

Deixar uma resposta