Eu quero-te. Em caps lock com hífen e tudo!

12342636_1633337043578693_2731859341316427936_n

 

QUANDO QUEREMOS MUITO UMA COISA com muita força é normal que ela nos cause nervosismo e assim estou eu em relação a ti, a nós. Quero-te tanto que sou incapaz de sossegar com tanta desinquietude.

É…
O coração passou o dia todo com espasmos contra o meu corpo parecia ele que queria se escapulir e saltitar até ti. A noite foi mal dormida vi-me perdida num kamasutra de disposições e posições devido ás insônias. Onde estavam as ovelhas quando precisei delas para travar esta mente dramática incapaz de adormecer por estar a imaginar todos os possíveis e imaginários desfechos?
Tentei respirar fundo várias vezes e tentar relaxar…oh mas não consegui! Quanto mais me sentia na respiração mais te queria aqui a vivencia-la comigo.

Ai! Mas quando queremos mesmo muito uma coisa… como podemos nós olhar para ela com descontração? E se tu és mais um dos motivos que me fazem respirar com vigor como poderei eu não ter receio que algo corra menos bem? Não dá!
Hoje não fiz nada a não ser ver as preguiçosas das horas a passar e a aconselhar o meu podre coração a se acalmar, mas o teimoso não quis saber, fez-me sofrer o dia todo de antecipação.
Já não falta tudo e os sintomas desta inquietação começam a agravar. Tento a música para distrair mas não a oiço, as mãos suam e a minha barriga agita-se, não é fome nem vontade de ir à casa de banho, também não são borboletas, é este querer-te muito que já não se segura com tanta vontade!
Eu quero-te. Em caps lock com hífen e tudo!

Se ao menos conseguisses prometer que vai tudo correr bem…!

A Vizinha

Deixar uma resposta