Despida de mim.

13407393_2018129661746044_839590060_n

Texto Erótico|M18A casa está perfeita para te receber. No frigorífico tenho tudo : morangos, champagne francês ( dizem que é bom ), até chantilly comprei.

Tomei aquele banho e hidratei-me com óleo de jasmim, o meu favorito. Fiz depilação integral … nem um pêlo. Vê-se o princípio da minha intimidade. Será do teu agrado, eu estar assim, sem pêlos?

A luz, ténue, vai esconder a celulite, a flacidez, os peitos a ficarem descaídos. Será que me vou libertar dos meus preconceitos, de mim mesma, quando estiveres aqui?

Olho a minha imagem, reflectida no espelho: pernas gordas, rabo grande, cintura mais estreita, começo a pensar ligar-te a pedir que não venhas.

Os meus mamilos estão a despontar, com o frio. Não sei o que vestir… Esta insegurança corrói-me. Olho para a roupa e nada me agrada. Quero ser a mulher mais especial do mundo, esta noite, mas as imagens das capas de revistas, e das tuas amigas, boazonas, não se afastam da minha mente.

Volto para o espelho e percebo que a curva das minhas ancas é bonita, que os meus seios são de tamanho interessante, que os meus lábios são bem desenhados. “Ninguém é perfeito”, penso para mim mesma.

Visto um kimono de seda preta, sem nada por debaixo, no mesmo instante em que tocas à campainha. A ansiedade, a insegurança, desaparecem mal te abro a porta e me apertas nos teus braços sussurrando: ” Hoje és minha… “, e eu me deixo conduzir por ti, despida de mim.

The Oyster #69Letras

Deixar uma resposta