Sim, são palavras mas também qualquer coisa mais.

image

E tu, és muito mais, és como o vento que me toca de passagem não vejo, não o seguro ainda assim sinto como me envolve em caricias e carinho como se fosse palpável, assim és tu, muitas golfadas de ar que me vestem.
És luz, mesmo a quilômetros de distância tens o condão de me fazer sorrir através da entrega e partilha que me dás e do entendimento com que me recebes. Como não sorrir, quando a voz é igual e sentir proporcional.
Sim, são palavras mas também qualquer coisa mais. É a paz de espirito e porta aberta que irradia luz, quase divino este encontro. Não é banal quando temos esta capacidade de voar e teclar como quem beija, fechar os olhos como quem abraça e ficar cada na sua tela suspensos numa realidade onde quase nos tocamos.

Deixar uma resposta