JOGOS SEXUAIS!

13177460_1697559523823111_6276449764708954614_n

Velas espalhadas pelo quarto…
Tudo à média luz…
Ela em posição de quatro…
Sabe o quanto o seduz…
Tinha uma lingerie negra vestida…
Aguardava dele a louca investida…
Ele vendou-lhe os olhos…
E à cama a algemou…
Vendando também os seus olhos…
Ás cegas a explorou…
E enquanto tocava e não via…
Ia imaginando… Como seria…
Aquele corpo misterioso…
E ele… Ansioso…
Acariciou-lhe os seios…
No quente da sua boca…
E aos poucos e poucos…
Deixou-a sem roupa…
No ar o som dos gemidos…
Num chilrear pardalesco…
Aquela cena de Amor…
Dava um quadro burlesco…
Era um Amor boémio…
Onde o Amor provocava o riso…
Para atingir o extase…
Faziam o que fosse preciso…
Vendavam os olhos, algemavam-se…
Até usavam um chicote…
Aqueles corpos descontrolavam-se…
Ele veio-se no seu decote…

Poeta Solitário

 

Deixar uma resposta