Eu não sou mãe, mas as minhas amigas são | Parabéns às mães com testosterona!

13087535_1690915034487560_747755494541300887_n

Na fotografia: Angelina Jolie

Eu não sou mãe, mas as minhas amigas são! E este texto é para elas!

O que eu sei sobre ser mãe? Nada. As referências que tenho adquiri da minha mãe e das mães da minha vida!

– As mães estão sempre prevenidas!

Se me dói a cabeça ou me corto num dedo é com uma mãe que vou ter porque elas têm sempre uma super mala com todo o tipo de coisas. Um penso para o joelho do Martim que por nunca estar quieto e só querer cair por vezes cai e magoa-se o joelho. Ou então porque a Joaninha é uma menina franzina e qualquer resfriado aumenta a temperatura do corpo da menina, então tem de ter sempre à mão um ben-r-ron. Chuchas, um brinquedo qualquer, um pacote de bolachas, uma t-shirt, toalhitas, um creme hidratante… ui! Lista infindável. As mães e os seus cuidados! As mães e os seus 30 passos à frente de qualquer eventualidade são autênticas profissionais em analisar o risco das coisas.

– As mães são altruístas!

Cada que passo que dão, cada escolha tomam desde que acordam até que adormecem é a pensar nos filhos. Estão aptas para tudo; serem mulheres, esposas, amantes mas primeiramente para serem mães!
Elas são autênticas ginastas da energia. Acho que só as mães conhecem o local secreto onde se podem reabastecer de forças para continuar a lutar. É um privilégio unicamente delas. É a regalia de amar a extensão de si mesmas.
Mas mãe cansa-se. Até os super-heróis têm as suas fraquezas e elas guerreiras da vida e protetoras do seu sangue não são excepção. Também pensam em desistir, também querem fugir e estar sozinhas, dar um grito bem alto e gritar foda-se para isto tudo! Elas desesperam, por elas e pelos filhos. Mas depois de refilarem e barafustar basta um sorriso dos seus meninos que automaticamente se renovam e estão prontas para continuar. ( sim, porque quer tenhamos 8, 15, 20, 30 ou 40 anos seremos sempre mas sempre os seus meninos e meninas).

– Não sou mãe mas admiro-vos!
Eu só vos observo e cada vez mais me pergunto como conseguem adormecer e ver os vossos filhos crescer.
A vida é incerta, os perigos são tantos e as exigências cada vez maiores.
É tudo mais.
Mais bens: (quem tem o quê) ,
mais educação ( que nem sempre é sinônimo de um futuro grandioso),
mais sociedade e menos nós próprios!
Eu morro de medo.
Quero muito ser mãe é um desejo muito maior do que a minha capacidade de me expressar..!
Mas,
desejo ser tão boa mãe como vejo muitas de vós o ser!
Orgulho-me.
E amo-vos por isso!
Vocês sim são o sinônimo de amor incondicional, são um império numa só pessoa e merecem a admiração de todos nós.

Não me posso esquecer dos nossos homens que por terem uma má mulher têm de se reinventar e ser o Ying que falta à mãe dos seus filhos.


Mãe não é parir.
Mãe é amar.
Parabéns às mães com testosterona!


A Vizinha #69letras -Minha SIS tem um dia feliz

2 comentários a “Eu não sou mãe, mas as minhas amigas são | Parabéns às mães com testosterona!”

  1. Sinto que este texto foi escrito para mim. Não há palavras para agradecer este gesto. Obrigada por tudo e por seres muitas vezes o porto de abrigo desta mãe que apesar se ser “super-heroi” dos seus filhos também tem as suas fraquezas. Ps: vais ser uma excelente mãe porque todos os seres humanos extraordinários o são. Love you.

Deixar uma resposta