És a minha casa.

image

Se a forma como nos vestimos é a forma como nos apresentamos ao mundo e se tu és o meu mundo, então é assim, nua que me dou a ti, para que vejas meu amor que entre nós não há barreiras e se tiver frio vestir-me-ei de ti, mas se for calor o que estiver a sentir pingarei o teu corpo com gotas entesoadas de suor.
Apresento-me a ti com a roupa com que nasci. Pele. Vulnerável por um passado, expectante pelo futuro, mas aqui, despida, presente para ti, para me dar ao nosso amor.

Deixar uma resposta