“Damn! O que vou vestir?! Oh, que se foda! Vou nua mesmo.”

a
Hoje apeteceu-me algo..

Ligar-te e convidar-te para um café em minha casa. Estou naqueles dias cheia de confiança, a sentir-me podre de boa!!

Liguei.. Aceitaste!
“Damn! O que vou vestir?!
Oh, que se foda! Vou nua mesmo.”

Tocaste à companhia! Acendi a última vela, coloquei o meu baton vermelho e dei os últimos retoques no cabelo ondulado.
Abri-te a porta com um bruto tacão alto a realçar a minha silhueta.
Olhei-te bem no fundo dos teus olhos para perceber se a tua loucura era a minha.
Tirei-te o casaco e logo de seguida cravei-te as unhas no pescoço, dei-te um beijo daqueles, enquanto me pegaste ao colo e me encostaste à parede..
Senti o teu cheiro… Ai.. Que desejo.. Fico louca com ele, sabias?

Bem, adiante..
Sentaste-me em cima da mesa da sala e passaste a tua língua pelo meu corpo desde a boca até às coxas.. Não! Ainda não estou pronta para nada. Faltas tu!
Tiraste a roupa.. Eu ajudei-te (à bruta) e atirei-te para cima do sofá como se te fosse partir todo! Adoraste!!
Deliciei-te com a minha boca e língua, porque sei bem aquilo que gostas e te dá prazer..
Não aguentei mais.. Quis sentir-te! Pegaste-me pela cinta e viraste-me ao contrário. Empinei-me bem para ti, mordeste-te todo quando viste a “paisagem” e entraste em mim como se a nossa vida dependesse daquilo!

Foda-se.. Que bom!!
No meio de tantos gemidos, gritos, “insultos”, uma onda de prazer apoderou-se dos nossos corpos. Podia acabar o mundo, mas aquele estava mais do que seguro!

Posições alteradas, corpos em ebulição e línguas entrelaçadas…

Ainda queres o café?

Só se for para o saborear no teu corpo!

Annastasia arrojada?

#69Letras

Deixar uma resposta