Traição

Há quem considere traição um acto de ânimo leve. Será?
Um acto destes traz tantos desgostos, rupturas irreparáveis.
Quem realmente ama, não trai, não deveria sentir-se atraído por mais ninguém.
Mas infelizmente neste mundo insano, as coisas não são bem assim.
Somos humanos, erramos, a carne é fraca tal como os nossos sentimentos.
A nossa sociedade, a nossa cultura tem uma quota parte de culpa daquilo que nos tornamos.
Sociedade esta que, nos bombardeou com imagens de mulheres e homens objectos, perfeitos,
promovendo de tal forma a infidelidade. Querer o proibido.

Sim, a sociedade tem culpa e nós como humanos também temos.
Por muito desejável que seja as fantasias, fetiches, whatever…
Deveriam ser feitas a dois e não envolvendo terceiros.
Também sei que a nossa cultura, nos inibe de demonstrar o que mais desejamos,
mas isso porque nos deixamos permitir.

Uma relação tem de ser sólida em respeito, lealdade, confiança, companheirismo e atenção.
Quando uma delas é abalada torna-se difícil erguer-se de novo, se não estiverem ambos de acordo.
E se ambos não fizerem um esforço para que as coisas voltem a ser o que eram.
Saber perdoar uma traição e admitir que se traiu é um passo que damos em nosso crescimento e uma forma de ver o erro que cometemos e se estamos dispostos a não cometer de novo.

 

©Lola 2016 #69Letras

Deixar uma resposta