Ninguém te pode julgar És forte e terna sem medo Estás viva em qualquer lugar Mulher, guarda teu segredo.

1451317_1665990830313314_2849902112980316230_n

Mulher
Não fiques aí parada
Mulher que tudo percebes
procura na tua alçada…
os gestos que tu não pedes!!!

Não deixes morrer o ar
Que te aflige e te sufoca
conjuga o verbo beijar
No seio da tua boca!

Deixa que o vento levante
Os folhos da tua saia
Não há nada que se espante
Nas ondas da tua praia…

Grita, esperneia, salpica..
Salpicos de dor e esperança
Deixa que vejam risonhos
Os olhos de uma criança!!

Não cales os teus tormentos
Deixa que as nuvens os tapem
De manhã foram momentos
De noite já te não sabem!!

Ninguém te pode julgar
És forte e terna sem medo
Estás viva em qualquer lugar
Mulher, guarda teu segredo.

Deixar uma resposta