Não sou à prova de bala

Vieste de rajada
Nem dei conta do que me atingiu
Não sou à prova de bala

Atingiste-me no âmago da minha alma
Não sei explicar o que sinto…
Amo-te cegamente, sem barreiras
Sem limites

Esta bala de amor que disparaste
espalhou os estilhaços pelo meu coração,
cravados na minha pele e alma.

As tuas mãos, o teu toque, o teu beijo
Moldam este amor de forma a que não tenha saida.
Cercada..

Fazes-me sentir segura, protegida de tudo
Fazes de mim uma mulher feliz

LOLA #69Letras12805994_1668628796716184_7182594689608064351_n

Deixar uma resposta