Da minha poltrona…

12924391_1681156785463385_924767221066534054_n

Confortavelmente sentado na minha poltrona, onde muitos corpos foram possuído e tomados pelo tesão, aprecio as minhas musas divinas, deliciosas e famintas… Seus corpos semi-nus, enrolados e entre si encaixados, na cama grande e redonda, as duas belezas do meu libido se beijam apaixonadamente. Gemidos, arfos e olhares intensos tomam posse deste ninho de ninfas gulosas e tesudas.
Chamam por mim mas eu quero apreciar o espectáculo, assistir ao desenrolar da cena quente e deliciosa pois adoro a forma como se beijam, se acariciam, se tomam uma na outra como não houvesse amanhã. Seus gemidos aumentam de intensidade, suas mãos percorrem com mais fulgor e vontade seus corpos, seus dedos desaparecem dentro de suas coxas, seus lábios são gulosos e sedentos do néctar intimo e quente…
Sou puxado pela gravata até à borda da cama e sem perder a compostura ordeno que me dispam, devagar e com sensualidade!
Foda-se! Que desejo e vontade de me perder no meio delas!
Enquanto sou beijado nos lábios por Gisela, meu corpo é percorrido pela boca sedenta de Joana, desde o pescoço até à pélvis, onde depressa suas mãos encontram meu membro já pronto e erecto. Meu corpo sucumbe às suas bocas doces e húmidas… Não aguento!
Tomo Joana pela cintura e de frente para mim, olhos Negros nos olhos Azuis, afasto suas pernas e mergulho neste abismo de prazer e perdição… Gisela senta-se na cara de Joana, de frente para mim, enquanto me beija acaricia o clitóris da sua bela companheira deixando seus peitos à mercê das minhas mãos…. Como é envolvente e saboroso este enredo!!
Levanto Joana, virando-lhe de costas, penetrando com todo a força e vontade, castigando suas nádegas com a palma das minhas mãos… Gisela se deita em frente de Joana, permitindo assim que ela continue o seu manjar de doce pérolas, deixando-me com uma visão soberba!
Num vai e vem ritmado, Joana geme, e eu mantenho a pegada sem diminuir o ritmo, deixando Joana levar-se num orgasmo barulhento e desassossegado! “Agora é a tua vez” digo a Gisela.
De olhar voraz e sentido apurado deito-me, deixando-a se sentar em mim, cavalgando intensamente e desesperadamente!! “Ai, tão bom meu querido! Anda, vem-te comigo! Agora!” Em uníssono nossos orgasmos se encontram sobre o olhar cansado e satisfeito de Joana…
Duas ninfas se abraçam na cama redonda, enquanto eu volto para a minha poltrona, de onde aprecio seus corpos suados e pecaminosos…

O Vizinho ‪#‎69Letras‬

Deixar uma resposta