…a eterna pergunta porque te escrevo eu e lês tu?

12805726_1665973383648392_7614820127641782639_n

Sei que me questiono uma e outra vez, que penso horas largas, escrevo linhas de textos podia até escrever livros correr o mundo a tinta e papel, cada segundo que o relógio teima em passar, vem o pensamento á minha pessoa e mais uma vez vejo diante de mim mil questões envoltas em mistério esse mistério tem a tua forma e aparência és quem me aparece no meio do turbilhão de emoções, sensações que resultam em questões internas do meu cérebro. Pois como para dançar o tango são precisos dois, sei e teimo em que te questionas como eu, que sonhas, sentes, vês e relembras as minhas palavras, o meu jeito de ser e o teu, a nossa maneira de estar em conjunto sermos uno, que tens a eterna pergunta porque te escrevo eu e lês tu?
A resposta ás nossas perguntas é só uma, somos metades de um todo, o que me falta encontro em ti, o que precisas é em mim que reside, então não nos vamos questionar mais, vamos só sentir-nos.

Ricco #69Letras

Deixar uma resposta