Vivi essa fantasia…

12512759_1679771222268608_4279314444606177488_n

O meu primeiro dia. Quando te vi entrar naquele escritório e foste-me apresentado. Fiquei sem reacção…, o teu aperto de mão firme, o teu olhar fixo no meu como se me quisesses perscrutar a alma. Senti-me a corar, mas retribui o mesmo olhar e reparei que não ficaste indiferente também.
Separamos-nos. Fui conhecer o resto dos colegas e sei que ficaste admirar-me quando te virei as costas. Como um lince que observa a sua presa.
Resisti à tentação de olhar, fiz-me de desinteressada. Depois de instalada, percorri com o meu olhar o open space e como se fosse um iman os nossos olhos cruzaram-se. Baixei a cabeça e tentei trabalhar.

Como era colega nova fui inquirida por todos e fiquei a saber que ele vinha à empresa duas vezes por semana e que era mulherengo.Mas não queria saber.
Aos poucos tentou meter conversa, sem dar conta perdia-me a ouvir a tua voz, o teu sorriso.
Eras um homem possante para o teu 1,75m, esse teu cabelo cor do sol, o teus olhos azuis em que me afundava neles.

Os dias iam passando e não me saias da cabeça. Sentia uma urge vontade de te sentir, o teu toque, o teu cheiro.
Queria te sentir nos meus braços, queria provar o sabor da tua boca. Acho que me apaixonei por ti.
Mas sabia que o que sentia não era correspondido, pois só me vias como uma colega. Fui-me afastando de ti e passei-te admirar de longe. Evitava falar com ele pois sabia que o meu olhar, o meu corpo me iria denunciar.
Uma mulher como eu, simples, sem graça, nunca poderia competir com as outras.
Os anos passaram…mas não deixei de te amar, mesmo sabendo que já tinhas casado.
Vivi essa fantasia, este amor platónico.
Sei agora que não estávamos destinados.

(Ficção)

LOLA #69Letras

Deixar uma resposta