Sarcática…

Sarcástica!
Fria
Tornei-me assim não pelas bofetadas da vida, mas sim pelas
atitudes das pessoas.

Deixei de acreditar que ainda haja humanidade, que ainda haja amor.
Não um amor que se diz da boca para fora, a toda a hora.
Mas um amor em que não tens receio de demonstrares o que sentes,
teres atitudes de criança inocente.

Sim, duma criança, pois são ainda os únicos seres que não foram
corrompidos.

Sei que aparento este ar rude, frio, sem emoções, mas foi assim que me tornaram.
De que te serve dares tudo de ti, partilhares a tua alegria, o teu amor, com quem no
fim de contas não te dá o valor.

O uso que fazem de ti como se fosses um lenço papel, pisam-te e repisam-te.
Depois de usado deitam fora.
Descartavel, usada.

Sim fria, como uma pedra.
Sim insensível, como o fogo.

LOLA #69Letras

10264801_1671780399734357_2930230045164430450_n

Deixar uma resposta