Quarto 512

12669479_1654641178114946_3442895153947081422_n

Texto Erótico | M18

Um cigarro nunca me soube tão bem!
Sinto-me feliz e preenchido, contemplando-te na cama com a luz do nascer do sol entrando pela janela do quarto, iluminando o teu corpo. Que vista, que monumento este que está deitado na cama, corpo que nem á duas horas atrás percorri cada centímetro com a minha língua sedenta de ti..
A luz realça um corpo lindo e perfeito, uma pele morena e macia, cabelos longos e cheirosos.. és tudo aquilo pelo qual eu desejei e ansiei estes últimos tempos, pois foram meses de partilha de opiniões, risos e tesões, onde a cumplicidade e amizade se foi reforçando com cada partilha, riso e dor.
Ah! Nunca um encontro foi tão empolgante! A forma como desceste do comboio, loiros cabelos soltos e arranjados, uma blusa quase transparente para onde os olhares de bons e boas apreciadores de mamas almejavam, calção arrojado e com um ar de senhora do mundo.. por momentos pensei, “não és tu, não podes.. só posso estar a sonhar!!” Mas eras tu, a diva com quem passei os últimos 6 meses a trocar mensagens de carinho, a partilhar fotos de paisagens, e com quem passei horas intermináveis a falar ao telefone..
O nosso olhar cruza-se.. um trovão atinge a minha espinha e o meu coração fica a mil!! Ai foda-se!! Que é isto? Nunca tinha sentido estas coisas num encontro! Mas tu és diferente que qualquer outra mulher, és única e sensual, é a musa que eu nunca tive.. dirijo-me para ti onde tu me esperas com um sorriso magnifico e de braços abertos.. Beijo-te na cara ou na boca? Dilema.. Tu não estás por meias medidas! Os teus lábios são tenros e doces, tua língua saborosa e teu cheiro.. SENHOR!!! Divinal!! Naquele momento ninguém na estação ficou indiferente á nossa troca de carinhos!
“Vamos embora daqui, quero estar a sós contigo” dizes-me tu com os olhos a brilhar! Descemos a avenida e depressa chegamos ao hotel.. subimos e chegamos ao nosso quarto. 512.. abro a porta e um quarto de decoração antiga e elegante nos espera.. agarras-me o braço puxando-me para ti depressa caímos em beijos quentes, doces e húmidos! Sento-te na cama, e de frente para ti, lentamente desaperto a tua blusa como quem estuda um recém encontrado tesouro precioso, sempre olhos nos olhos.. Os teus olhos.. ai que olhos!!!! Verdes com tom de cinza, brotam desejo e vontade, anseiam pelo meu corpo.. beijo-te no ombro e depressa percorro o teu pescoço até ao teu ouvido, onde mordisco e ouço o teu gemido.. “aahhhh”.. estás de lingerie branca e rendada, de uma sensualidade tremenda! O teu cheiro já me invade as narinas e enlouquece o meu cérebro, levando-me a tirar-te o resto da roupa, deixando-te assim toda nua para mim.. Estou sem reação.. és bem mais linda ao vivo do que nas fotos.. pedes-me para tirar a roupa e como quem recebe uma ordem superior fico nu em 10 segundos, deitando-me ao teu lado.. depressa estamos envolvidos naquele ambiente sedutor e quente de beijos, abraços e amassos.. “Quero-te!” dizes-me.. com a maior vontade e desejo estou em cima de ti, onde cuidadosamente te penetro. Estavas á minha espera, não estavas? Já te tinha dito que não sei fazer amor, sei foder, mas hoje não.. hoje faço amor contigo.. com investidas suaves mas profundas faço-te gemer, respirar intensamente e com olhos ardentes de desejo.. abraças-me e beijas-me, e não querendo abandonar este aconchego assim continuo onde depressa atinges um orgasmo longo e barulhento, e eu impulsionado por ti não aguento.. todas as nossas vontades, tesões e desejos ali atingem o seu auge..
A noite foi longa e prazerosa pois somos os dois gulosos e luxuriosos!
Nesta manhã te aprecio, deitada nua na cama do quarto 512.

O Vizinho
#69Letras

2 comentários Adicione o seu

Deixar uma resposta