O tempo não pára

image

Bolas!

Não há como entender o tempo! Quando estava com ele, era vê-lo a passar em alta velocidade todo cheio de pressa e sem esperar por ninguém. Agora que estou longe dele o tempo acha que tem todo o tempo do mundo para acontecer. Ninguém merece. -.-

O tempo não pára de passar, os dias sucedem-se o sol e a lua são cumpridores rotineiros mas estranhamente alguma coisa mudou. Os dias parecem-me mais compridos e teimosos em finalizar do que o habitual.
Parece que faz tempo que não te vejo. Meses! Eternidades! Ínfimas eternidades!   Ando por aí numa ânsia passiva a encarar todas as horas do dia com a maior das pacificidades quando por dentro fervo de impaciência e revolto-me contra as horas pois  parece que os minutos duplicaram!
Tenho pressa, tenho muita, os segundos inquietam-me e ainda por cima deixei o sossego aí contigo, irrequieta-se esta minha alma, preciso de ti e de te ver.
São longos estes dias sem ti com tanto amor enjaulado à espera que o soltes quando a ti tornar.

 

A Vizinha

Deixar uma resposta