Meu doce e insano pecado

image

Se pegar numa folha de papel terei mil motivos para escrever porque és tão errado. Sei-o, sinto-o nos meus ossos, és errado, serás dor de cabeça se te deixar entrar… novamente. Se for pesar os pros e contras tu perdes, não tens hipótese… Sei do que és feito… de uma matéria que se mistura na perfeição com a minha… sei que és errado, vejo os sinais de perigo e as sirenes que me alertam mas ainda assim é para lá que vou. se és queda o meu destino é o precipício, contigo é sem paraquedas, o meu corpo tem vertigens mas a minha alma sede da adrenalina com que me injetas… a segurança está na direção oposta a ti, nego-ma porque te quero assim, homem errado, fruto do pecado pelo qual deliro e me sinto tentada… tremo e estremeço almejo e fantasio em tornar a trincar-te… doce e insano pecado.

A Vizinha

Deixar uma resposta