Mente inquieta

1426196_1640897472822650_3849126063655387641_n.jpg

 

Tenho a mente inquieta desde a nossa ultima conversa, não te culpo, apenas percebo agora que a vontade é recíproca, não te manifestas mas sei que o teu corpo me pede, e o meu treme pelo teu. O desejo é animalesco, dizes-me ser fraco por não te negar que te quero, mas acredita as minhas forças aguardam para levar o teu ao extremo êxtase, sexo não é so pecado é redenção de muitos outros, deixa-me tomar um trago de teu sabor e prova-me que bem queres e se finalmente te apaixonares não tenhas medo, esse é o meu objectivo, fazer-te acordar de sorriso no rosto a olhar para mim.

Ricco

Deixar uma resposta