“Um dia pego-te e violo-te”

 

12289619_1628899327355798_1750641056133192308_n

A tesão que tenho por ti, um dia encosto-te a parede, rasgo-te a roupa
e violo-te fisica e emocionalmente.
Deixo o meu corpo selar o teu, sentires os meus mamilos hirtos,
a queimar a tua pele. A minha Venus pronta para explodir em cima de ti.
Poder cavalgar-te, possuir-te aos poucos. Ver os teus olhos faiscarem de tesão.
Sentir as tuas mãos cravadas nas minhas coxas para poderes-me sentir toda.
Lanço-te o meu olhar de endiabrada,desmonto-te..Deixo a minha boca brincar pelo teu corpo.
Ver-te morder o lábio, ouvir o teu gemer.
Saber que está no ponto. Volto à carga….
Lola
______________________________

O medo teu não me deixa aproximar e levar-te onde queres ao que ambicionas, muito menos ao que desejas assolapadamente. Tens a vontade no olhar o desejo na pele, queres o toque das palavras no teu ouvido sussurrando as obscenidades que te fazem suspirar e estremecer de alto a baixo, dignas de um movimento brusco que te ponha contra a parede. Eis que o faço, rasgo impiedosamente essa camisa minha que trazes em ti, pedes que pare, mas seguras-me para que não o faça estas arrebatada e sem forças, o pecado esta já entranhado em nós, em mim que te pego e penetro nessa parede de entrada, em ti que sentes a mente violada, já não sabes o que queres sentir, medo de amar, se medo de que este prazeroso momento se repita. Já deliras com este sexo louco e brusco, já estremeces e as tuas pernas contraem impulsivamente, mas as unhas que cravas nas minhas costas, dão sinal que perdeste a batalha e já te entregaste, agora sente-me em ti, sei que o querias, mas não o consentias. Só acabo este momento quando te arrancar dos lábios um gemido felino de prazer, e ai sim largo-te o corpo, mas por mais que não querias manténs-me vivo na tua mente e no calor da tua pele.
RiCCo

Deixar uma resposta