sabes que não sou de vacilar

Anda vem libertar a fera,
minha alma e meu corpo nu estão à tua espera,
é pelo teu toque que ele desespera.
Anda vem, encara-me nos olhos e vamos ver onde isto vai dar, não sou bruxo para adivinhar
mas não é difícil de imaginar,
minha boca sedenta de ti pronta a devorar,
teu corpo nu colado no meu pedes para não parar,
sabes que não sou de vacilar
muito menos de facilitar
por isso puxo-te os cabelos começo-te a castigar,
eu sei que tu adoras ver a fera a dominar,
sei que no fundo só tens medo porque sabes o desenrolar…
mas mesmo assim anda vem me soltar.

© CJAH 2015 #69Letras

Deixar uma resposta