promessas de amor

12239737_1627594400819624_7945062091178871669_n

 

Só porque me apetecia furar a rede com o dedo para que te desalinhes,
para que o teu Norte seja na pior das hipóteses o meu Sul…
E se cactos falassem,
espicaçava-te até veres furos de luz por entre as pestanas…
juro que te pendurava amarras ao tecto para te jurar ao contrário
promessas de amor!

Ela

Deixar uma resposta