Odeio fingir que te odeio quando dizer que te amo é pouco

 

8ece52e77f4ee62d00393fb6dd58b6b3

Odeio amar-te em vez de te odiar porque o que eu queria era odiar-te ao invés de te amar, mas se odiar-te é a verdade para ti é a minha mentira, então tu vais acreditar no que vou dizer:
Primeiro odeio como me puxas para ti para nem o ar nos separar,
Segundo odeio ser a tua prioridade quando podes escolher ou ter outra pessoa,
Terceiro odeio-te por dizeres palavras que me calam a voz,
Quarto odeio esse teu sorriso que me desarma e o jeito como me olhas, já é a quinta razão.
Sexto odeio como assumes controlo sobre mim e eu deixo,
Sétimo odeio-te por lutares por mim e oitavo por até sangrares se necessário para me salvar.
Odeio tudo em ti o que faz a nona, décima, milesima razão para te odiar.
Odeio fingir que te odeio quando dizer que te amo é pouco, mas mesmo assim insistes e persistes… quem me dera um dia deixar de fingir e proclamar o quanto te amo,
Mas escolho
Fingir
Silenciar
Calar.

 

A VIzinha

Deixar uma resposta