o meu rosto é o teu rosto

11261495_1628284947417236_7580084493726094163_n

 

Sabes…
Um dia destes acordei e lembrei-me, lembrei-me de conversas, de beijos, de olhares silenciosos que nos levavam ao mais desenrolado dos diálogos…daquele cheiro que ficava no ar pela manhã, não sei se dos corpos, se do respirar, se das janelas fechadas para não te constipares…
Reparei que estava na hora de levantar e procurar os chinelos…não porque me preocupasse com a constipação como me preocupei com as tuas, mas porque é hábito, rotina…enfiar os chinelos e ir com os olhos meio fechados até à casa de banho…
Depois, olho-me ao espelho…aquele aspecto desgrenhado e desalinhado que antes me sabia bem..hoje tem dias que me irrita!…Chateia-me ver que do lado de lá, está alguém despenteado e que não foi por rebolar no colchão ao teu lado que os nós se fizeram nos cabelos…
Penso: saudade??
Só talvez um louco sinta saudade assim…de quartos suados e cheiro a fechado, de lençóis ainda húmidos, de olhos inchados e corpos cansados… cinzeiros com cheiro a queimado por despejar..meias e o que de mais se possa contar..espalhados pelo chão… Uma garrafa de licor que com o resto dos aromas mencionados fazia parecer cheiro de tasca antiga..sei lá!
Saudades? Loucura?
As toalhas desalinhadas a que achava piada..não sei qual é a minha, mas não faz mal…o meu rosto é o teu rosto, a minha pele esteve na tua…o beijo foi só um…
Ahh.. limpo-me já nesta, onde mesmo a pasta de dentes que deixa vestígios é partilhada…
Olho-me..assim..desalinhada, olheiras de se calhar estar a reparar nelas, nem sequer a fita no cabelo do costume…
Queria lavar tudo..o rosto, o cabelo…tudo!
Olhando o frasco do creme desmaquilhante, reparava que…curiosamente tinha feito algo que outrora era habitual…adormeci com a maquilhagem…chato!!! Faz tanto mal à pele…
Engraçado…nos dias que dormia contigo e não me desmaquilhava, nunca acordei de manhã sem que a sorrir estivesse, nunca pensei nos malefícios na pele, nunca reparei sequer no rímel esborratado a fazer as olheiras ainda mais profundas…
Porque seria!?…Será que alucinava com os cheiros, que de manhã estava embriagada de sorrisos e tudo o resto era cego!??
Será que durante esse tempo preferi assim…uma espécie de máscara inconsciente que queria
aproveitar de ti até as olheiras?
Certo é…que hoje, resolvi que trocaria os chinelos, que me lembraria de limpar a pele ao deitar
e vou abrir uma frecha na janela para amanhã o quarto cheirar a aurora..
Se vierem nós nos cabelos, que sejam da corrente de ar que me sacode os sentidos e me faz acordar descalça sem um atchim…..

Ela

Deixar uma resposta