Já trato os ciúmes por tu!

d4962aa67bbb29d3d622e7ec9d005c39

 
Conheci o ciúme no mesmo momento em que te conheci a ti. Desde aí que morro de ciúmes de tudo o que está contigo sempre que não estou como é caso do vento que te cheira a pele ou o casaco que te abraça; as meias que te cobrem as pernas e os sapatos que te levam para longe de mim; a agua que te molha os lábios e os alimentos que se deleitam com o gosto da tua boca; do creme que te lambuza o corpo e do teu cabelo que massaja o pescoço; do telemóvel que escuta a tua voz e do banco do carro que te dá colo.
É grave.
Não consigo evitar estes ciúmes loucos de tudo o que te tem quando não estou.

 

A Vizinha

Segue-nos na nossa página do facebook!

Deixar uma resposta