Ela é aquela que esteja onde estiver está na realidade noutro local

1cc06aa972e10093dca1dd8c58784c2c

 
Podes encontrá-la numa esplanada a olhar o mar, num café com as amigas, às compras num Shopping, numa discoteca a dançar no meio da pista, na bilheteira de cinema entusiasmada para assistir à estreia daquele filme, a rir como uma louca com os seus amigos loucos.
Ela pode frequentar infinitos espaços diferentes, mas a sua cabeça está sempre no mesmo lugar – no mundo dela.
Repara como ela dança no meio da pista, para quem se destina aquele olhar cheio de tudo? Para quem sorri ela, enquanto o seu corpo ondula naquele oceano de sons?
Rodeada de pessoas, ela distância-se do que pode ver, cheirar, tocar naquele instante, mas não, ela perde-se no seu mundo, e é lá que tenta encontrar algo, não te sei dizer o que é e aposto que nem ela o sabe.
Repara como ela se distância da companhia das amigas naquela esplanada. Sim, ela está ali, sorri, brinca, diz piadas, partilha histórias, mas agora olha com atenção. Ignora as gargalhadas ou o quão é comunicativa, até onde vai e alcança aquele olhar?
Vê como o olhar dela, despreza as imagens que estão à sua frente e as contorna para então se perder e regressar ao seu mundo.
Sim, ela sou eu.

 

AVizinha

Deixar uma resposta