SEM SENTIDO

10455122_1626944887551242_826016623789361175_n

 
Sem rosto, sem vida.
Um sorriso triste, uma casca polida.
Sem vida, sem cor.
Do luxo à ganancia, Um lar sem amor.
Sem cor, sem brio.
Esforços ineficientes?
Um interior vazio?
Sem brio, sem calma.
Vivendo no limite…
No limite da alma. Sem calma, sem felicidade.
Sem brilho, sem vivacidade.
Sem certezas e sem vontade…

ZEUS

Fotografia: Jean Reno

Deixar uma resposta