Prisioneira

Prisioneira..

Nesta rede que é o amor.
Que envolve todos os meus sentimentos sem pudor
e desarma as minhas barreiras, sem dó.

Faz gelar e ao mesmo tempo arder o meu coração,
Neste sentimento desmedido que jurei não sentir mais.

Prisioneira..
Dum amor não correspondido,
dum amor platónico.

Não consigo soltar desta rede,
Sufoco, como uma sereia fora de agua.

Prometi não amar mais, mas tu.. a tua presença
prende-me, tortura-me,
Aprisiona-me…

©Lola #69Letras


 

Deixar uma resposta