O destino juntou a fome com a vontade de comer

7ef7f1ff2a0b14b52d3622c4191007a4

O nosso instinto de predadores acordou no mesmo instante em que os nossos olhares se tocaram. Soubemos que tínhamos de ser um do outro e fomos. A presa um do outro.
Aquele beijo…! Nem nas inúmeras vezes que o inventei teve tanta vida!
Aquele tão explosivo primeiro beijo atravessou as roupas e acertou em cheio entre as minhas coxas, as pernas, esses tremeram de desejo!.
Ah! Este desejo não se quer regular pela sociedade! Ai não!
Somos dois animais que merecem a liberdade de se devorarem pelas ruas de Lisboa espalhando as roupas rasgadas e as gotas de suor pelo chão e com a ajuda do vento levar o cântico dos nossos gemidos a toda a Cidade.
… A fome e a vontade de comer finalmente se conheceram..
E agora?

Deixar uma resposta