… nada nem ninguém,  visivel ou invisivel nos separava.

image

“Hoje tenho o peito dilacerado , por uma memória tão ancestral quanto o tempo. Neste reencontro pensava ter resgatado tudo que já nos pertenceu … engano meu , a tua memória apenas é fragmentada desses tempos , em que como guerreiro nada temias , em que nos faziamos de sangue e Alma , em que nada nem ninguém,  visivel ou invisivel nos separava. És apenas uma sombra do que foste , mas pelo menos … tive essa sombra por instantes e revivi tudo de novo , foram momentos apenas, em que passamos a barreira deste mundo , mas foram nossos e foram perfeitos .”

Raven

 

Deixar uma resposta