Deixa-me ir ter contigo sempre que o sol se põe

 

5fdb549e630ec59ba67bc81b10ef1dd1

Em noites quentes ou frias, em ambiente exterior ou interior, com as luzes apagadas ou acesas, seja quando ou onde for o que quero é ter o meu corpo coberto do teu.
Deixa-me ir ter contigo sempre que o sol se põe, não te quero mentir o meu corpo é louco pela temperatura da tua pele, ele implora que o devores, domines, o mandes embora para depois voltar na noite seguinte.
Sou viciada no jeito como me agarras, me viras, reviras, invades, por isso não me dês pedaços de ti, solta-te por inteiro em mim.
Desinquietas-me com o olhar, nas tuas mãos ter prazer é fácil e tu sabes como sou exigente, como quero o som daquela mão a ecoar no ar no momento certo, na intensidade certa, no ritmo certo, por isso deixa-te envolver em noites quentes ou frias, em ambiente exterior ou interior, com as luzes apagadas ou acesas, seja quando ou onde for o que quero é ter o meu corpo coberto do teu.
Por isso, quando o sol se põe vamos-nos encontrar?

Deixar uma resposta