Volta para a cama

image

Memórias…
Que vislumbre que tive daquela cama.
Eu despida na cama desarrumada e o teu corpo nu à janela a fumar deixando entrar naquele quarto o som da rebentação das ondas do mar.
Na penumbra da janela contemplei-te pela primeira vez por inteiro, o teu corpo é endiabradamente maciço. Os teus antebraços são do tamanho das minhas coxas, a tua barriga expõe os teus músculos de uma forma espectacular, as tuas pernas são grossas e musculadas, e a acompanhar esta visão o teu membro acompanha o tamanho do teu corpo. Senti logo o meu corpo a pedir mais. Precisava novamente da envolvência do teu corpo, precisava de tocar na tua pele lisa sobre músculos de aço.
Nunca nenhum homem esteve tão perto da minha alma como tu. Cada momento que partilhamos, leva-me a um passo mais perto do estado Nirvana. 
Fechas a janela e observas-me. 
Vem para a cama – Pedi-te…

👠A vizinha #69Letras

Deixar uma resposta