Momento

Abri os olhos devagar. Os primeiros raios de sol da manhã entravam timidamente pela janela. Devo ter-me esquecido de a fechar, depois do que aconteceu na noite anterior. O que se passou ao certo? Desculpa,[…]

A melhor sangria que bebi

Querida! Já viste a bela tarde de sol de hoje? Apetece-me fazer algo… Sei lá! Olha! Vamos estender a rede na varanda e prostrar-nos a contemplar o mar? Eu e tu, o sol e a[…]

Memórias de uma chávena de café

Me pego sentada na varanda do quarto as 6h da manhã com uma xícara de café entre as mãos. O tempo continua cinzento lá fora e alguns pingos de chuva insistem em cair vagarosamente… Sabe[…]

Toda a minha alma respira liberdade…

Sinto-me leve, livre e solto. Sinto que renasci! Ahhh como é bom respirar em plenos pulmões! Consegui finalmente soltar-me de tudo o que a ela me ligava. Não consigo explicar o quão radiante isso me[…]

Que é feito de ti?

Há um abismo imenso, entre os meus sonhos de menino e esta realidade obtusa que marca a compasso o ritmo dos meus dias. Entre a felicidade que eu tinha quando andava de calções a saltitar[…]

Casas comigo?

Casa comigo. Casa comigo só por hoje. Vamos unir os nossos corações, Caminhar lado a lado, Olhar o mesmo caminho. Vamos deixar a vida que temos Mas mantê-la igual: Os mesmos sorrisos, Os mesmos abraços,[…]

Ainda bem que te foste embora

Ainda bem que te foste embora e me deixaste livre. Foram anos, encarcerada na prisão em que me mantinhas. Dias em que o meu rosto era lavado por lágrimas. Noites em que a minha alma[…]

X Edição do Eros Porto – Crónica do Vizinho

E chega ao fim a X Edição do Eros Porto, a maior feira Erótica do Norte país e quem sabe de Portugal. Foram 4 dias de luxuria e sensualidade onde profissionais da arte de sedução[…]

Rumos sem Norte.

Ando sem rumo nesta vida. Vida de ventos brutos, Rumos sem norte. Perdi o sul, Perdi-te a ti. A vaga é larga e faz estrago, Neste casco de aço flutuante que sou. Mantenho-me a tona[…]

Relato de um romântico em recuperação | Rubrica: Conta-nos a tua história |

Relato real para a página 69 Letras     Ele foi bafejado pela sorte logo à nascença. Filho único duma família bastante abastada. O berço de ouro no entanto não lhe poupou a uns quantos[…]