Arquivo de etiquetas: toque

Não me tentes por favor….

Raios!!! …
Raios!!! …
RAIOS MULHER!!!!
Porque teimas em sorrir assim para mim?
Porque lanças esse teu charme carregado de pecado no olhar e pronuncias os teus mamilos quando chegas fresca pela manhã?
Porque continuas a encher o escritório com esse perfume de desejo?
Já te disse que não…. não pode ser….sabes que não podemos…. és a mulher do meu chefe, raios mulher, controla-te!!! Faz-me controlar….
Amaldiçoado seja o dia em que te mostrei o que escrevo, em que te abri um pouco deste meu mundo secreto onde sou eu, e em que tu subiste o teu vestido para meu deleite e estupefacção.
Maldito seja o dia em que te beijei, em que te roubei o primeiro beijo e em que provei o mel que escorria em abundância pela tua vulva.
Esquecido seja o dia em que te suguei sem medo esses mamilos doces como laranjas, que me enlouquecem.
Não pode ser, não podemos… não posso voltar a abusar da tua boca, nem tocar a tua garganta com o meu membro em brasa, enquanto que a tua língua empenhada se delicia à minha passagem.
Não podes voltar a olhar-me fixamente enquanto que a tua boca abusa de mim sem freios incapaz de parar.
Não podemos, não devemos repetir os orgasmos compassados e abundantes que tivemos, quando sem aviso te invadi esse teu rabo empinado, fazendo-te soltar gemidos e gritos que invadiram toda a sala, até o meu suco jorrar como um rio bravo na tua boca.
Não podemos!
Desculpa….. não podemos….. não me tentes…..
…. não resisto….
#PSassetti
#69 Letras 23.06.2017

Preliminares?? Sim? Talvez ? Ou depois?

 

 

“Preliminares”
Acho que é assim que se escreve
Saber fazer ,depende das opiniões e vontades anexas à minha na ocasião
Fico com a ideia ao ler por ai que é obrigatorio que existam.
Conjugo eu preliminares neste contexto com minetes, botões de rosa, chupões, dedos e afins
Cenas fisicas… Nalgadas faz parte do acto
Para não perder o contexto…
Preliminares é como um diesel que tem de aquecer as velas primeiro para o piston conseguir uma boa queima no cilindro
Agora , pergunto eu …
Se a mulher te deseja emocionalmente e fisicamente, já não tem as velas aquecidas?
A lubrificação já não esta presente?
Porquê preliminares obrigatorios e não chamar pôsterminares obrigatorios?
Tudo tem de seguir um guião prédeterminado pela leitura da Maria?
Não há minetes antes, não f@des?
É isso?

©Read Mymind 2017 #69Letras

Pequenos gestos

Aparece.

Quero ver o teu ser.

Olha.

Quero perder-me no teu olhar.

Sorri.

Quero sonhar com os teus lábios.

Aproxima-te.

Quero estremecer com a tua presença.

Toca.

Quero arrepiar-me com a tua pele.

Respira.

Quero a certeza de que sentes.

Beija.

Quero provar o teu sabor.

Abraça.

Quero arder no teu calor.

Fala.

Quero ouvir a tua melodia.

Promete.

Quero ter-te para sempre.

Sente.

Quero sentir o teu coração.

Ama.

Quero viver o teu amor.

© Fox 2017 #69Letras

Será da Lua? 

 

Serio… Isto hoje não está fácil…
Está lua?
Não sei !!
Sei que te quero nua!
Esquece a roupa!
Deixa essas tretas de despir devagar!!
Tens ou não tens vontade de mim!
De me ter em ti!!
Arranco a roupa!!
Rasgo as cuecas!
Não me aguento preso nas calças!
Preciso da tua boca!!
Os cabelos !!!
Esses cabelos que me enchem a mão!!
Mmm…
Sente como estou duro!!
Sim!!
És tu que me deixas assim!!
Olha bem para mim!
Vê nos meus olhos o gozo que me dá estar em ti !!
Toca-te!!
Preciso das mãos para te sentir!!
Enrolar esses bicos nos meus dedos!
Apertar os peitos nas minhas mãos!!
Sugar esses mamilos que me pedem que os mordisque!
Deitar o teu corpo por baixo do meu!!
Sente o meu peso como sentes a minha Tes@o!!
Adoro brincar com o teu prazer!
Entre o aperto e o gemer!!!
Pede-me que te fod@!!!
Pede!!!

©ReadMymind 2017 #69Letras

 


Obtém 10% de desconto em todas as tuas encomendas! 69 novas formas de prazer!

Regista-te em www.aubaci/69letras

Estou farto de te falar em amor

Estou farto de te falar em amor, de beijos arrebatadores, do por do sol, de almas que se cruzam por aí em noites de nevoeiro e que se amam, que se entregam e que prometem invariavelmente aquilo que nunca poderão cumprir.
Não estou mais interessado em contemplar a tua presença com frases bonitas, com eufemismos desmedidos, daqueles que nos fazem corar de vergonha ao mesmo ritmo que um beijo se precipita.
Hoje quero apenas o teu corpo, quero apenas cada pedacinho da tua pele, cada suspiro que proferes, cada poro onde se esconde todo esse teu tesão.
Hoje quero apenas os teus gemidos, os teus ais, quero apenas os teus gritos tresloucados de prazer, assim como todos os impropérios que me chamas, quando à bruta, eu teimo em abusar de ti.
Hoje é só tesão, é só sexo, é só vontade, são só espasmos de prazer.
Hoje serão somente bocas invadidas pelos nossos sucos abundantes, daqueles que teimam em escorrer pelos nossos lábios cerrados, pelos nossos rostos.
Hoje nada é mais importante que a tua vulva dilatada, quente, húmida, que o meu membro duro encharcado nela, escondido bem fundo.
Hoje nada é mais importante que o teu rabinho empinado, com esse teu ânus guloso, empolgado, a desejar-me em ti.
Hoje sou teu, assim, sem floreados, apenas pelo tesão e pela vontade.
Vens? Demoras?
#PSassetti #69Letras 05.06.2017

Manipulado pelos teus caprichos…

Teimas em manter a tua língua na minha,
Em lamber todo o teu suco que ainda escorre por ela e em saborear todo o seu sabor.
Insistes em lamber os meus lábios carnudos como se fossem teus.
Demoras-te ao percorrer o meu peito em brasa, como que a consumir-me numa fogueira em lume brando sem contemplações.
Gostas de prolongar os teus orgasmos ao mergulhar sem reservas no mar profundo da imensidão do meu sexo.
Consomes-me.
Abusas de mim sem reservas.
Fazes-me teu.
A minha vontade em nada importa junto da tua dedicação e persistência.
Os meus desejos para nada contam.
Fazes-me ancorado em ti.
Amarrado.
Açoitado pelas tuas vontades.
Sinto-me como um condenado com a Forquilha do Herege.
Sinto-me teu.
Manipulado pelos teus caprichos…
….e gosto.
#PSassetti #69Letras 05.06.2017

Deixa-me contar-te uma história sobre o tempo…

Texto Erótico|M18

Foram dezoito minutos desde o momento em que te encostaste a mim, até que acabou. Dezoito eternos minutos…
Costumam ser seis.

Assim que me deitei, como em qualquer outra noite, encostaste-te a mim, desviaste o meu cabelo que te atrapalhava e beijaste-me o ombro…
Com o teu roçar no meu corpo, eu já sabia o que viria a seguir.
Como todas as noites em que me deito e ainda estás acordado. Porque todas as noites são iguais…
A tua mão que desliza pela minha coxa, que me puxa a roupa para baixo. Puxas-me para ti.
Notas o meu desinteresse e tentando captar o meu desejo, desces a tua boca até ao tesouro do qual te julgas dono e senhor…
Fecho os olhos…
Penso em tudo menos em ti, penso em tudo menos em s3xo.

Caramba, devia ter ligado para desmarcar a consulta de amanhã esqueci-me! Concentra-te.

Abro e fecho os olhos mais uma vez. Sinto a tua língua…
De repente a conversa com uma conhecida a propósito das crianças e as alergias irrompe pelo meu pensamento e volto a abrir os olhos.

Tenta-te concentrar! Não é este o momento… Pensa nisso depois!

A tua língua continua empenhada em fazer-me vir e eu gemo… É o mínimo que posso fazer para dar um sinal a ti que ainda estou “viva”.
Fecho os olhos e recorro ao arquivo…
Aquele. Sim, aquele! Pensa nele agora, imagina que é ele. Aquele, daquela aventura que te fazia encharcar as cuecas só de te sussurrar ao ouvido… Sim, esse!
Não. Não funciona. Esse tinha um toque diferente, uma língua que não se mexia assim, tinha umas mãos que percorriam o teu corpo à medida que te comia fervorosamente…
Inventa, disfarça, finge… Ahhhh!
Com a excitação, nem percebeu.

“Já te vieste?”

Respondo que sim, respirando mais rapidamente para dar essa sensação.
Viras-me de costas para ti, penetras-me. Uma, duas, três, quatro vezes. Gozas. Acabou.
Fumas o teu cigarro à janela da casa de banho, eu fumo o meu, no terraço, embrulhada na 1a peça de roupa que encontro minha…
Como todas as noites, deitas-te e dormes.
Eu fico um pouco mais, acordada. Fumo outro e outro cigarro.
Agora sim, o “outro”, “aquele” vem-me ao pensamento…
Com ele as noites eram infinitas.
Mas essa é outra história…
E para essa história, eu precisaria bem mais do que dezoito minutos…

QueenP