Arquivo de etiquetas: sentir

Era um beijo teu…

Aquele toque no meu ombro ….
Era um beijo teu … tão bom de sentir… Continuar a lerEra um beijo teu…

Como nunca

Mostra-me o que nunca vi.

Olha-me como nunca me olhaste.

Escreve-me a carta que nunca li.

Beija-me como nunca me beijaste.

Sorri como eu sorrio para ti.

Toca-me como nunca me tocaste.

Sente-me como nunca te senti.

Sonha comigo como nunca sonhaste.

Faz-me viver como nunca vivi.

Ama-me como nunca me amaste.

© Fox 2017 #69Letras

Pára!

Pára.

Olha para mim

E diz que me amas.

Não olhes para trás

Enquanto a chamas.

Pára.

Pega-me na mão

Leva-me numa viagem celestial.

Não pegues na mão dela

Nem a leves numa viagem angelical.

Pára.

Ouve o que te digo

E perceberás.

Não oiças o que ela diz

E feliz serás.

Pára.

Diz a verdade

Diz que comigo a vida é bela.

Não digas mentiras

E que precisas dela.

Pára.

Pensa em mim

E nos bons momentos.

Não penses nela

Nem nos seus sentimentos.

Pára.

Sorri para mim

Ilumina-me o coração.

Não sorrias para ela

Destruindo a paixão.

Pára.

Lê o que escrevo

E tudo mudará.

Não leias o que ela escreve

Pois só mentiras verás.

Pára.

Lembra-te do meu toque

E de como te aconchega.

Não te lembres do seu toque

Nem da sua incerteza.

Pára.

Vem abraçar-me com força

Deixa-me sentir o teu coração.

Não aceites o abraço dela

Pois é só uma ilusão.

Pára.

Dá-me a certeza

Da tua paixão por mim.

Não mates a esperança

Não olhes para ela assim.

© Fox 2017 #69Letras

Beijos intermináveis.

 

Apetecia-me dizer-te ..”beija-me”!
Que mundo tão parvo e cruel o que vivemos … que até para um simples desejo é preciso dar volta a meio mundo!

Apetecia-me dizer-te …”beija-me”
Porque sei que todo o meu corpo te pede!
Pede aqueles beijos intermináveis com que te sonho e a ânsia que ele me transmite, altera tudo em mim!

Apetecia-me dizer “beijar-me e abraça-me”… era um pedido sentido e tenho a certeza que seria um momento perdido nos minutos de um relógio vulgar!
Apetecia-me ser um dos primeiros pensamento no teu despertar, o teu primeiro toque … e o último sabor na tua boca ao adormecer.

Apetecia-me há tanto tempo que já nem sei se vou a tempo de pedir!
Apetecia ouvir de ti “beija-me”!
Apetecia ver-te querer o meu abraço!
Apetecia-me que aquele tempo em que o pensaste fossem como os beijos intermináveis …

Eu já devia ter-me “curado” ….
Já devia ter aprendido,
o meu momento já passou!
A minha vida será apenas os momentos sonhados e os apetites escritos!
Eu não sei ser apenas recíproca …

Apetecia-me dizer-te ….
“beija-me, eu quero beijos intermináveis!”

©*My Sighs* 2017 #69Letras

Pequenos gestos

Aparece.

Quero ver o teu ser.

Olha.

Quero perder-me no teu olhar.

Sorri.

Quero sonhar com os teus lábios.

Aproxima-te.

Quero estremecer com a tua presença.

Toca.

Quero arrepiar-me com a tua pele.

Respira.

Quero a certeza de que sentes.

Beija.

Quero provar o teu sabor.

Abraça.

Quero arder no teu calor.

Fala.

Quero ouvir a tua melodia.

Promete.

Quero ter-te para sempre.

Sente.

Quero sentir o teu coração.

Ama.

Quero viver o teu amor.

© Fox 2017 #69Letras

Há que limpar as vistas, meninas!

“Ver e não mexer”

Mas porque não?! Há coisas que não basta ver! Tem de se tocar, apalpar e sentir o material. A textura é um factor que não deve ser ignorado! 

Imaginemos um belo espécime do sexo oposto. Vá lá meninas, sei que não é difícil, há muito bom exemplo por aí. Imaginem-no por exemplo de camisa branca, barba na medida certa e um sorriso colgate!….. 

…………………………………… Ãh? Desculpem parei no tempo! Estava a limpar as vistas. Mas voltemos à questão! Como é que eu sei que a camisa escorrega ao toque, que a barba está suave o suficiente para não deixar vermelhão na cara ou como é que eu sei que por trás daquele colgate todo, o rapaz tem mau hálito?!? 

Há que tocar! Sentir! Cheirar! Fazer uso dos 5 sentidos que a vossa mãe vos deu! Não mexer… Eu mexo no que eu quiser! 

E garanto-vos que as minhas vistas estão um brinco… 

©Miss Steel 69Letras 2017 

Vamos fazendo o que pediste… Distanciando…

 

 

Vou fazendo como o tempo…

Continuando o movimento…
Distanciando do teu sentir.
Em mim tenho a tua frase!
“Já não somos o que fomos…
Ainda somos um só quando em mim te tenho.
Mas o tempo…
O tempo já nos afastou…”
Seguimos andando!
Em frente…
Por vezes parando
Por vezes respirando um ao outro.
Como que um ganhar forças…
E reiniciamos!!
Cada vez mais longe…
Cada vez mais fundo na lembrança!
Sempre com o tempo a aumentar a distância em que tão próximos nos tivemos…

©ReadMymind 2017 #69Letras