Calo…

Calo as palavras… Engulo-as… Como um engolidor de fogo num qualquer circo da vida…

Lágrimas salgadas

Quando acordei o sol fustigava-me a cara. O sal daquela maresia de final de tarde de outono na praia, cravava-se sem contemplações no meu rosto como punhais de Naruto. Eu estava febril, a minha pele crepitava, os meus músculos estavam entorpecidos, o meu coração estava doente, os meus lábios secos pareciam incapazes de se moverem….

Mulher de sonho

Posso não ser a mulher que sonhaste, Mas garanto-te que sou a mulher que te ama   Posso não ter o corpo de modelo, Mas tenho curvas das quais te deixo explorar, E te deixo observar Não tenho casa de sonho,  Mas tenho um abrigo que te aconchega  todos os dias, Os meus braços, Não…

O que me importa que Te chegue!

Gosto de escutar os olhos que sentem… sentem as leituras da Alma e as vontades que geram e vivem! Gosto de risos longos ou curtos , que sejam expontâneos! Gosto de perder-me e brincar com as palavras … Gosto quando um Tu me lê e se sente eu! Mas ainda gosto mais quando um Tu…

Exteriorizações da memória

Confesso que precisei de saber. Precisei de saber se realmente valeria a pena esperar e lutar por ti. Não foi fácil estar horas deitado no sofá a ouvir aquelas memoriosas músicas do VH1 que me lembravam o quanto inocente e ignorante era eu na Arte da Sedução (sim, seduzir é uma arte, resistir faz parte)…

Corpo cansado mas guloso…

Hoje acordaste mais tarde, cansada e sonolenta. “Dói-me o corpo todo!” dizes-me com um sorriso safado. Não seria para menos. Os teus gemidos e suores, as nossas posições e as tuas suplicas durante todo o tempo que foste minha só poderiam ter como consequência um acordar com teu cansaço e satisfação. Mas é teu cansaço…

Quando dois olhares se cruzam é porque as Almas se pertencem!

Olha…o que não te digo! Vontade de pegar no carro e ir ter contigo… Surpreender-te no sítio onde menos esperas. Talvez no trabalho, no restaurante…nas compras… Em qualquer lado onde estivéssemos rodeados de pessoas, presos pelo olhar alheio…e ao mesmo tempo, livres para comunicarmos com o olhar… Tenho tanta coisa para te dizer…para te fazer…