O amor torna-nos cegos, crentes e estupidamente ridículos.

Quando se ama, temos sempre esperança. Mesmo quando já não há esperança. Parece contraditório, eu sei… Mas quando se ama há todo um sentido inexplicável no que se diz e sente. O amor torna-nos cegos, crentes e estupidamente ridículos. Já se passou um ano e quatro meses desde que levaste parte de mim para parte…

Amo-te como se ama a primavera

O mundo flui quando me escreves. Desenvolta a paixão que do meu coração brota, como se de uma amalgama de destroços, os reconstruisses fazendo a mais bela essência que me nutre o viver. Tu és as Rosas que pululam livremente entre Narcisos e Jasmim num jardim oriental que para lá do sol posto, nascem da…

Agora sei que és quase minha

De memória em coisas grandes. De memória te mantenho qual voz me paira na mente e me cala as palavras. Como é que se consegue ser tão pequena e tão grande, como o fruto que desponta alimentando-se da seiva da árvore maior emana. Parvos são os que acham que a paixão é amor. Porque a…

Silêncio, nostalgia…

Silêncio, nostalgia… Hora morta, desfolhada, sem dor, sem alegria, pelo tempo abandonada. Luz de Outono, fria, fria… Hora inútil e sombria de abandono. Não sei se é tédio, sono, silêncio ou nostalgia. Interminável dia de indizíveis cansaços, de funda melancolia. Sem rumo para os meus passos, para que servem meus braços, nesta hora fria, fria?…

cada volta é um recomeço

Sempre que me aproximo tu recuas , sempre que eu me Afasto tu voltas , cada volta é um recomeço , as palavras não chegam , o teu medo ultrapassa a tua vontade , fico meia estúpida no meio deste vai e vem , nunca sei para que lado sopra o vento , nunca tive…

Um amor que eu possa confiar…

Preciso de um abraço Que me aconchegue o corpo E aqueça meu coração. Preciso de um toque, Que acenda a paixão E me proteja na escuridão. Preciso de um amor que me dê paz… Que acalme meus medos, Cure as cicatrizes, e cuide de mim. Um amor que eu possa confiar… Preciso de um amor…

Entende meu amor, é impossível suportar ser tua por inteira e ter-te aos bocejos.

De todos os sentimentos o que mais gostei de sentir foi aquele que me provocaste. Tu chegaste mais longe que qual outro, aliás anulaste todas as memórias que tinha, e marcaste-me com as nossas. Tu dominaste o meu corpo, a minha mente e a minha alma só te restou ficar para seres ‘o tal’. Eu…