Amar, não chegou.

Nem sempre amar é suficiente… Atravessaram a ponte das desilusões, cada um para o seu lado. Não houve um adeus, um até breve, apenas o silêncio de quem muito tinha para dizer e resolveu nada[…]

Um dia …

  Porque existem caminhos que devem ser percorridos… Conheceram-se por acaso. Os únicos lugares vagos na esplanada da Rua Augusta. Partilharam a mesa, acabaram por sorrir e conversar. Gostaram da companhia um do outro e[…]

A minha vontade ao teu desejo pertence.

TEXTO ERÓTICO [ M 18 ] Há sempre um dia, uma noite em que nos deixamos levar, por algo diferente…   Deitas-te… Curiosa no sentir… A curiosidade e a expectativa são um bom afrodisíaco. Excita-me a forma[…]

Densidades

O ar compenetrado e meio sisudo do dia a dia, traduz-se num manter a distância das pessoas, pelas quais não nutre o mínimo interesse. A mulher cinzenta do dia, que durante a noite devora livros[…]

Vestido do que sou

Sou eu… Sou aquela que te ama! Que dorme ao teu lado! Explica-me “Manoel”… Faz-me perceber… Este espaço onde te escondes de mim! Este espaço onde te transvestes de sensibilidade. Sinto-me perdida … Deixa-me entrar[…]

Cigarro partilhado

Entre as reentrâncias e saliências, do Bairro Alto Encontrei-te… No olhar a volúpia, No corpo, o ar de quem se dá a pecar… Aquele pecado, de sabor vadio, Como o fado cantado na tasca do[…]

Quando estou contigo

Quando estou contigo, O meu corpo é um texto escrito em papiro, Feito de pontuações em sítios inesperados, Expressões delicadas traçadas a tinta-da-china. Quando estou contigo, Cada rabisco deixado na minha pele É transformado em[…]

Uma historia, muitos actores principais…

Vizinha Merda de dia. O trabalho correu-me mal, discuti com o meu gajo e ainda fui molhada por um carro à beira da estrada. Porcaria das poças! Eu, o Manoel Boleia…um sinal vermelho vem mesmo[…]

Enormes em nós

M18|Texto Erótico Boa noite e bons sonhos…   Sou aquela que desvenda o desejo no olhar dos homens, que passam por mim na rua, que estão sentados na mesa do café, que viajam no metro,[…]

Sobre a mesa

Texto Erótico|M18 Deito-a com suavidade sobre a mesa rústica, de madeira, prendendo-lhe os pulsos e os tornozelos, com algemas de veludo. Nua…. Vulnerável…. Na minha mesa, à minha mercê… Hummm…. Jeans pretos e roçados, é[…]