Arquivo da Categoria: Read Mymind

Para que querem amar?

 

O amor é uma chatice!!
Para que raio querem vocês o amor?
Já pensaram que é a paixão que vos arrebata??
Que faz os pés ficaram leves e as borboletas esvoaçarem.
O amor é um sentimento muito mais morno!!
A diferença entre o prato que adoras, acabado de fazer,
ou passado pelo microondas.
É quente, mas não tão vivo no paladar.
A paixão é tes@o a percorrer o corpo.
O simples tocar na pele faz nos vibrar…
São vontades sem racionalidade!!
Pouco pensadas e muito sentidas…
O amor …??
A própria palavra parece que se arrasta…
Até para a dizermos já pensámos…
“Será que é???”
Todos temos certeza do que é sentir paixão!!
O amor nem por isso…
Tem de ser tão explicado e pensado…
Loucura na paixao.
Cuidados no amor.
Dizem que primeiro vem a paixão e a seguir o amor?
Quase como dizer…
“Cuidado que está quente…
Espera que arrefeça…”
Beijar …
Beijar com paixão e tes@o!!
As mãos perdidas à procura de sentir o corpo que nos beija!!
Roupas arrancadas à pressa…
Não sentimos metade da vontade de falar das chatices…
Queremos sentir!
Sentir nos na pessoa que nos acorda o corpo!!
Tocar!!
Ter!!
E o amor??
O amor é tão explicado que até o tempo em que nos amamos é contado quando enfim se esvai….
Para que raio querem amar??
Loucurem-se na Paixão!!

©Read Mymind 2017 #69Letras

Antes arriscar o perder que para sempre quase nada ter.

Saudades de te olhar…De te desejar.

Despir com o olhar.
Nem o tempo me fez perder

aquele sentimento de querer.

De quase ter…

Sempre tão perto…
Sinto que se te tocar 

irei te despertar.

Como dois átomos que colidem!!!
 Saudades do sentir da vertigem que em mim despertas.

Do teu olhar que me chama…
O mesmo que me trava!

Um sinal de…

Não avances mais…
Perco tudo se o fizer?

E então?

De que vale o pouco quase nada??

Um monte de borboletas em casulo…
Apertadas no meu sentir como o meu desejo por ti

enclausurado no tecido…

De que serve?
Para nada!

Antes arriscar o perder

que para sempre quase nada ter.
Deixa olhar no fundo dos teus olhos!!

Enquanto os meus lábios sentem a fome dos teus.

E a minha face que aguarda a

nega marcada.

Help???

 

Dislates de uma “menteZinha

As vezes no meio de tanta troca de opiniões fico emperrado num assunto.
E o cabresto teima em não desempacar da coisa.
Estava eu a destilar beneno sobre ajuntamentos com duas personagens femininas, que se queriam ajuntar em algo(aquilo que os homens estão sempre a pensar) Quando me ocorreu… Gajas f@dem? F@der é aquela coisa da pila que entra na senaita. Ou a senaita que enfia a pila. Para f@der tem de haver pila.

                        Ou não??!

F@der é o coito. Interrompido ou desenterrompido. Qualquer coisa de enterrado. Atão se não há pila há sexo? Ou f@dem? Os gajos f@dem uns aos outros?? Sexo e f@der é a mesma coisa? ide bos f@der é uma orgia de enfianço no rabo!! Certo!!?? Ca merda de confusão!
….. Help!!!

©Read Mymind 2017 #69Letras

As minhas escolhas , são só minhas!

 

À muito que deixei de acreditar em certas verdades milenares.
Que a gasolina não se mistura com o gasóleo…
Que a verdade vem sempre ao de cima.
Ou por exemplo…
Que o que te está destinado homem ou mulher não tira.
Essas tretas…
Nenhuma é verdade.
Ou porque o gasóleo mudou a composição ou porque as mentiras ficaram mais refinadas.
Quem sabe…
Eu guardo a minha verdade.
Tenho um (tenho muitos mais) péssimo defeito.
Não me dou ao trabalho de contar a minha verdade.
A minha visão do momento.
Algumas coisas acho que bastam que em nós estejam certas. Não precisamos que o mundo aceite a nossa versão.
Eu pelo menos não.
Justifico QB a quem achar que devo.
Não penso que seja necessário espelharmos a verdade.
Mesmo que seja só a nossa.
Sim…
Porque a verdade por vezes não é só uma.
Quem em nós acreditar ou que nos conheça verdadeiramente dará sempre o benefício da dúvida.
Se assim não for, é porque não nos conhece verdadeiramente.
E para conhecer terá de ser próximo.
E a esses…
A esses basta que nos sejam próximos…
A verdade dos outros não tem de ser a minha.
As minhas escolhas não têm de ser as vossas!!!

©Read Mymind 2017 #69Letras

Sabem o que é perder o que tem sabor a certo?

 

Vocês não sei se sabem…
Mas eu sei!!
Sei o que é perder o que já foi meu!
Não é perder qualquer coisa!
Qualquer namorada ou
mulher que já tivemos.
É perder o que sentimos como certo…
Deixar escapar pela mão que abrimos de livre vontade!
Ninguém nos abriu a porta!
Fui eu que a mantive aberta!
Até que o vento frio da vida a bateu!!
Forte e sonora!!
Trancando os meus dedos nas suas frinchas , para que a dor não me deixasse esquecer…
Não será tanto a dor…
Acho que a saudade não é uma dor…
Será talvez um sentir de vazio.
A falta do que nos preenchia.
Uma ausência de sentimentos felizes que nos deixa um buraco nas entranhas…
E por vezes…
A porta ainda se move…
Por muito que eu a deixe fechada…
O trinco ainda bate um pouco nas suas folgas que tão bem conheço…

©Read Mymind 2017 #69Letras

Não quero café doce!!!

Não se aguenta!
Pela manhã uma empregada de balcão super bem disposta!
Doce que até enjoa! Educada!!
Sempre a clamar por Jesus para as notícias malévolas da Correio da manhã Tv!!
A desejar bom dia e bom trabalho com
açúcar na boca!
É muita boa disposição pela manhã!!
Não volto cá mais !! 😡😡😡

©Read Mymind 2017 #69Letras

Dias de muito te querer…

 

A paixão…
Oh “cosa”mais linda de viver!!!
Borboletas e buracos no estômago…
E depois…
Depois temos aqueles dias de merda!
Em que tudo o que te apetece é muito fisico!!
Sentir a pele quente e macia!!
Agarrar pela cintura e f@der com energia!!
Quase que a despes com os olhos tal a sofreguidão de a f@deres!!!
Aqueles dias em que nenhuma posição é suficiente para a acalmar a vontade de estar lá dentro…
Queres agarrar tudo ao mesmo tempo!
Sentir as nadegas enquanto a f@des duro!!
As mamas nas mãos e os bicos entre os dedos !!!
Fazer gemer!!
Desejo fisico de ter!!!

©Read Mymind 2017 #69Letras