Arquivo da Categoria: Eu, Manoel

Pedaços.

Pedaços.

Pedaços de mim.

Do meu corpo.

Nu!

Pedaços simples de homem.

Nu!

Pedaços sem defeito.

Pedaços transformados enquanto me visto.

Pedaço de uma renda.

Pedaços de menina e mulher.

O corpo ganha vida.

Pedaços de originalidade.

Pedaços de mim

Pedaços de mim para mim

©Eu Manoel 2017 #69Letras

Hoje, falo assim…

Hoje falo assim.

Entre as linhas de uma página em branco.

Estou no meio de um acordar.

Início de semana custa quer queira ou não queira.

Hoje dão 32 graus…

Mudança de planos sem aviso prévio.

Ser homem….!!!???

Complico mais vezes, que o normal.

Por norma gosto de sair à rua a parecer bem.

Se der nas vistas tanto melhor…

Ok, ok… Tento passar despercebido aqui e ali.

Mas quem me vê todos os dias sabe.

Gosto de apanhar o metro e ir a ouvir mp3 ou ler um livro de pernas cruzadas. Coisas minhas…

Gosto de olhar para os pés das pessoas e ver como estão calçadas.

Coisas minhas…

Não gosto de esconder nada!

Se olham muito para os meus olhos eu deixo olhar.

Make up!

O jogo começa aqui.

Se me olham é porque gostam.

Se não olham é porque têm mau gosto.

É assim que vejo a facilidade em entender as coisas.

As manhãs,  são a melhor parte do dia.

Estas viagens de metro dão-me anos de vida e deixam-me feliz.

Obrigada por me receberem tão bem todos os dias, todas as manhãs.

Ser estranho está a um passo da certeza.

Não ser estranho está fora de moda.

O dia começa assim.

Sem tempo a perder.

 

© Eu Manoel2017 #69letras

Collants, saltos altos, stilletos… e homens!

 

Sapatos de salto alto, quem melhor para falar deste tema que eu, Eu, Manoel, sim sou um gajo muitíssimo a frente e se pensas que sabes tudo estas enganada e vou-te provar isso mesmo. 

 

Saltos alto, o grande problema nas primeiras vezes/ saídas com eles e o mito a volta deles para os homens com vontade para os usar, pois bem, sapatinhos de salto são geralmente usados pelas mulheres isso é ponto assente nos dias de hoje (com muita pena minha confesso)

Entretanto existem casos onde alguns também são usados por homens. (eu por razões óbvias por exemplo loool) Mas a verdade é que alguns homens muito pequenos usam sapatos elevadores (com uma peça em forma de cunha escondida no sapato para torná-los mais altos). Bem, mas não é desta vertente que vou falar como devem calcular né, sim eu uso salto alto, sim eu gosto de usar salto alto, e sim tenho alguns pares de saltos que uso aqui e ali, além de me fazerem sentir super hiper mega feminino (coisa que me faz bem ao ego) e como faço parte de um grupo de dança tenho coreografias onde tenho de os usar, mas se és homem e gostarias de usar salto alto, ou conheces algum amigo que já te perguntou ou mostrou curiosidade de como é andar nuns sapatos com tacão acho que ele está só a espera do teu empurrãozinho para experimentar, não o deixes morrer sem o ajudares vai por mim, vais ver que depois provavelmente ele te ira ficar agradecido pro resto da vida ou então culpar-te de tudo e mais alguma coisa mas, a verdade é que não te vais livrar de mandar umas boas gargalhadas e passar um bom bocado (hehehe)

O primeiro a fazer é escolher o tipo de sapato que mais gostas, “ou duas uma” ou tens a tal amiga que te ajuda e até provavelmente pode calçar o teu numero e já tens meio caminho andado se não já sabes que tens de ir a uma sapataria\loja e ir a sessão feminina para encontrá-los, leva uma amiga contigo pois vais sentir-te menos constrangido na parte de fazer perguntas a vendedora e no processo de calçar, um truque de gajo que usei e uso sempre é levar a coisa com uma piada de: – até era “gajo” para usar uns saltos, vais ver que tudo fica menos estranho para ti.

Se nunca usaste saltos, podes começar com uns de cunhas (sapatos com uma sólida plataforma do calcanhar aos dedos) antes de mudar para os saltos mais estreitos e altos que é a tua meta, os sapatinhos de plataforma são mais fáceis de andar, pois o peso dos teus pés fica distribuído de forma mais uniforme e é mais fácil de manter o equilíbrio.
Botas de salto alto, estas irão apoiar o seu tornozelo e ajudar muito, quando mais apertadas são melhores porque elas realmente parecem fazer parte do teu pé/perna, também tens botas de plataforma que sem dúvida é o melhor inicio que podes ter.

Muitos homens acham stilettos (aqueles saltos hiper mega fininhos) difíceis porque são muito tímidos quanto à altura, mas estão não podias estar mais enganado, quanto maior for, melhor para o verdadeiro conforto acredita.
Vamos agora a fase em que já estas com os sapatinhos prontos para calçar, começa por tirar os sapatos e meias de homem, isso vai ajudar a entrares no ambiente certo, vai preparado com umas mini meia de nylon que são ideais para se calçar com sapatinho de salto, caso contrario podes ja ir preparado de casa e vestir umas collants para ficar mais fácil e simples de calçar os sapatinhos

Não existe nenhum segredo em calçar qualquer sapato ate é bastante simples pois muitos sapatos de salto são mais abertos que os de homem (com cordões e etc) deslizas os pés para dentro e quando deres por ela ja estas de saltos calçados, tenta que fiquem justos ou seja, não muito apertados nem demasiado largos se não vai doer a andar e magoar os dedos dos pés.

Tenta levantar-te e dar uns passos, podes pedir ajuda no início para não te desequilibrares, andar de salto alto pode ser difícil no início especialmente para nos homens, mas como te disse com ajuda e depois de uns passos ja começas a entrar na onda e esqueces-te que os estas a usar, é ai que te vais sentir super especial, experimenta se poderes mais que um modelo de saltos até veres qual o mais confortável para ti, não caias no erro de ir com as pressas comprar ou experimentar os teus primeiros saltos, usa e abusa, experimenta uns e depois outros e outros ate te sentires bem e com o pé bem moldado ao sapato, o melhor é experimentá-los no final do dia e quando os pés já caminharam o dia inteiro pois tens o pé mais próximo do tamanho certo pra os poderes usar a vontade e sem apertar da próxima vez que os fores calçar, não te esqueças que os calcanhares devem tocar o solo primeiro criando uma caminhada natural e elegante.

Depois de várias vezes a usá-los vais ver que são favas contadas e só vais ter pena de viveres num mundinho ou numa cidade cheia de preconceitos e fobias mas acredito que com o tempo nos homens vamos ter o nosso lugar ao sol e mais respeito pelo fato de ser-mos diferentes do homem modelo masculino e bla bla bla. Hoje em dia já existem vários modelos de saltos não tão femininos e com a opção de cores frias como o preto, castanho e vermelho que da para usar sem dar tanto nas vistas ou podes também organizar as tuas roupas para disfarçar os saltos ou simplesmente realçá-los como eu faço tantas vezes.

Para sandálias de dedo deves ter em atenção com os dedos e unhas para não dares um ar de desleixado.

Vais ver que vais-te tornar um homem mais atento e cuidadoso contigo mesmo, vais começar a olhar-te mais vezes ao espelho e quando deres por ti começas a ter uma esteticista para a depilação e que te trata dos pés e no fundo vamos nos mimar mais e deixar as mulheres mais atentas a nossa passagem.
Convém saber andar bem em saltos antes de sair de casa se esse for o caso porque é muito fácil cair se não souberes manter o equilíbrio e ai que é o cair da máscara.
Um conselho não tires os saltos e voltes a calçar muitas vezes, pois os teus pés vão inchar ao tirá-los e é doloroso colocá-los de volta. (certo amigas)

Que mais posso eu dizer sobre este tema alem de te desejar a maior das sortes e que gostes e te sintas confortável com eles calçados, pois se assim não for tornasse doloroso/desastroso, tem muito cuidado a usar salto alto em público, tens de ser muito forte a nível psicológico pois já sabes em que mundo vivemos, mas não percas a coragem e pede ajuda a amigas tuas, eu cá estou para tentar ajudar no que poder.

 

© Eu, Manoel 69 Letras

Para amantes de collants | Rúbrica – Ponto G |

Olá amigas e amantes ou simpatizantes  da meia calça\ collants!

2Hoje estou aqui para te falar daquele momento super constrangedor que é o quando: ups uma linha nos collants e que em segundos te deixa em pânico com vontade de ir a um wc mais próximo trocar de meias caso sejas daquelas que anda sempre prevenida com um par de collants suplente na mala, pois bem, so passa por elas quem realmente usa meias de nylon ou licra, não sei se também vos acontece mas é quando menos espero que se rasgam ou sujam os meus collants, sim eu também rasgo e sim, acontece mesmo que os use quase sempre por baixo de calças, mas o que tem de acontecer acontece, comigo é quase sempre assim…

Normalmente é quando uso os que mais gosto ou são aqueles mais caros e que custaram os olhos da cara, que, quando de repente e ao mínimo desleixo e lá se vai um foguete uma linha aberta a descer perna abaixo, é dos momentos mais constrangedores que posso ter ao sentir e ver arruinados mais um par de collants, agora nem quero imaginar se estivesse a usar uns shorts ou saia, mas acho que…. (bem… nem é bom pensar).

Por isso aqui o vosso amigo vai dar-vos umas dicas que provavelmente algumas ou alguns de vocês já conhece mas outras ate1 podem ser novidade por isso aproveitem pois algumas sugestões podem salvar-vos o dia, e por outro lado, fazer durar as nossas meias calça significa poupar algum dinheiro.

1 – Tem sempre a certeza que o modelo que escolheste é o ideal para o seu tamanho e peso, caso contrário, ao usar, ficará esticada demais ou folgada o suficiente para não acompanhar a linha do corpo e ficar completamente out e no caso de muito justo e apertado forçar as linhas e romper num movimento tão simples como o sentar ou levantar de uma cadeira ou banco de autocarro

2 – Quando os tiveres a vestir é quase que obrigatório tirar relógios, anéis ou pulseiras e cuidado com as unhas, as vezes ajuda se usares umas luvas fininhas pra evitar o contato das unhas com a meia (confesso que eu não tenho grandes unhas mas quando vou a vestir umas collants ultra slim faço questão de usar luvas)

3 – Mantem sempre os collants longe de superfícies ásperas

4 – Quando os for vestir, convém que o faças  sentada e um pé de cada vez, depois é só levantar os pés e desenrolar com ambas as pernas juntas até atingir as ancas, isto tudo num processo quanto mais lento melhor pois não vai forçar em demasia as linhas e as fibras dos teus collants e isso dá saúde aos mesmos

5 – Enquanto não calçares os sapatos, botas ou tenis, usa um pano uma toalha ou um tapete de algodão para apoiar os pés e não criares grande atrito no chão com eles já vestidos

6 – A lavagem das meias tem sempre de ser à mão, com água abaixo dos 30º, caso contrário as fibras dos collants vão alargar e ficam em esforço e gastas

7 – Não podes lavar com nada que tenha cloro ou com amaciadores pois podem manchar as linhas de nylon

8 – Seca as tuas collants sempre à sombra e as máquinas de secar são proibidas se gostas mesmo dos teus collants com bom aspeto

9 – Passar a ferro – Nunca!

10 – Evita o contacto com tudo o que é cosmético (bronzeadores, cremes, óleos) e variantes pois poderão manchar a cor e textura

11- Naquelas partes do dia em que os sentes escorregar pelas pernas abaixo não entres em pânico nem tenhas pressa de começares a puxar para cima, respira fundo e pausadamente vais puxando de forma consistente a meia em partes ate onde as sentires confortáveis

12- Sempre que possível uns collants sempre na malinha ou no carro ou gaveta da secretaria do trabalho pro caso de acontecer algo de errado, e assim tens sempre solução para o problema e não passas uma imagem de descuidada para quem passe por ti

Podia mencionar mais um ou outro ponto mais básico mas acho que se seguires à risca estes princípios básicos de sobrevivência bem como de uma limpeza e manutenção dos mesmos vais ver que as tuas collants vão durar muito mais tempo!

5

Boa sorte e não te esqueças, os collants são fantásticos quando bem usados e bem desenhados ao teu perfil físico e profissional por isso usa e abusa sem medos ou receios mas sempre com um toque feminino e cuidado

Beijos do vosso Eu, Manoel

Vestido do que sou

Sou eu…
Sou aquela que te ama!
Que dorme ao teu lado!
Explica-me “Manoel”…
Faz-me perceber…
Este espaço onde te escondes de mim!
Este espaço onde te transvestes de sensibilidade.
Sinto-me perdida …
Deixa-me entrar …!!!!!

Dá-me a mão e entra.
A isto chamo o meu espacinho
O meu canto
A minha qualidade de vida
Aqui sinto-me
Erguido
Forte
Confiante
Olha se queres ver!

E eu?
Encaixo-me onde?
Ficas lindo de collants…
Nunca me tinhas deixado ver…
Porquê?

Hoje
Mostro-me a ti
Mostro-me ao mundo
Deixo a capa cair..
Aqui consigo ir até onde quiser
Consegues perceber?
Sou eu homem
Sou eu sensibilidade
Masculino
Feminino
Fáceis as teorias de me fazer feliz e completo…

 

The Oyster #69Letras
&
Eu Manoel #69Letras

Uma historia, muitos actores principais…

Vizinha

Merda de dia. O trabalho correu-me mal, discuti com o meu gajo e ainda fui molhada por um carro à beira da estrada. Porcaria das poças!

Eu, o Manoel

Boleia…um sinal vermelho vem mesmo a calhar, não consigo tirar os olhos dos seus joelhos e collants molhados…

Annastasia

Ups… Por estarem tão justos á pele, os collants rasgaram.

Sinto-me incrivelemente envergonhada mas ao mesmo tempo excitada…ai ai…

Vizinho

O seu embaraço é notório assim como a minha excitação. Seus lábios estão roxos e suas pernas tremem.

É meu dever aquecer por isso tiro minha gabardina, saio do carro e cubro-lhe as costas assim como o rasgo nas collants.

Lola

Acompanho aquela figura masculina até ao seu carro enquanto ele me cobre o corpo com a sua gabardina. O calor das suas mãos à minha volta, o cheiro do seu perfume penetra-se pelas minhas narinas aumentando a minha excitação. Inebriada por aquele momento deixei-me ir. Aceitei a boleia.

100Modos

Ao entrarmos no carro criou-se um silêncio constrangedor seguido do embaraço quando ela tenta colocar o cinto de segurança com pressa e desastradamente. Vendo tal aparato decido ajudá-la e sem querer as minhas mãos tocam nas suas aonde ela sem hesitação as agarra. Estava fria e eu, ao cruzar meu olhar com o seu, fervia.

Miss Kitty

De repente caiu-me a ficha. Que fazia eu num carro com um estranho? Gelei mas não deixei transparecer a inquietação. Porém ao tentar pôr o cinto desastradamente, denuncio-me. Ele tenta me ajudar gentilmente, nossas mãos tocam-se não se largam mais…

Ele está quente. Tão quente que o seu calor que trazia no olhar aliado à minha excitação e ao seu perfume que me inebria volta a deixar-me ir e dar-lhe um beijo sôfrego que o deixa sem reação.

Inquilino

Surpreendido devagar desço os meus lábios sobre o seu pescoço até a sentir ficar de respiração ofegante e o pulsar das suas veias na minha língua deixam-me com uma excitação tal que paro o carro e puxo-a para o meu colo.

The Oyster

Aqui estou eu no seu colo, de collants desfeitas, saia pelas nádegas e a sua ereção colada à minha tanga e o seu olhar no meu peito arfante. Sinto-me depravada com um toque de decadência mas sabe tão bem esta loucura…

Nmaufeitio

 Sensações inebriantes que me deixam louco, na minha mente cruza-se o pensamento de quem seria a musa capaz de deixar-me naquele estado infernal de tentação. Desejo saboreá-la, estou completamente perdido de desejo…

Vicky M

Desisto de tentar perceber ou resistir e entrego-me à luxuria do beijo que anseio desde que senti aquele calor, desde que as suas mãos me tocaram, nossos olhos se cruzaram…

Sugo o desejo no mesmo ritmo que ele me suga a humidade e a vergonha de estar naquele estado.

Incógnito

Estado que me faz despir tudo, a vergonha evapora e o querer apodera-se de mim.

Desejo carnal que me assola… toques, carícias, beijos e as nossas mãos percorrendo nossos corpos.

Peregrinus

Estou encharcada mas pouco me importa. Quero sentir o desejo dele dentro de mim.

King of Mysteries

Não há como fugir ao chamamento que é o teu corpo.

Mata-me de prazer e serei teu escravo… Faça sol ou faça chuva!

Marie

À medida que os nossos corpos ainda molhados da chuva se deixam perder na intensidade das sensações, tenho os meus olhos fechados, o o prazer deste fogo simplesmente tomando conta de mim, neste momento em que ele me pega no rabo. Sinto-o exposto encostado à minha humidade que ferve, lenta, muito lentamente sinto-o a penetrar-me. Sinto um arrepio pelo corpo, não sei se me venho, não quero parar…

7th Sin

O teu desejo é notório.

Ao penetrar-te, sinto-te quente e tudo para à nossa volta. O cheiro a sexo e desejo invade o nosso espaço como que envolto numa luxuria inebriante.

Sussurro-lhe ao ouvido; ” És minha!”

Miss Steel

Suas palavras queimam-me a libido e atiçam-me os sentidos. Quero-o! Sinto-o!

Em todo o seu esplendor também ele me pertence.

Guerreiro

Possuímo-nos um ao outro sem pudores. Ela é minha e eu sou seu.

A luz desta lua enorme que agora nasce banha os nossos corpos e deixa-a mais louca ainda de tesão…

PDA

Acordo lentamente e tento orientar-me. Onde estou? Como vim aqui parar? Da cama onde me encontro vejo o que resta da minha roupa espalhada pelo chão. Senti no rosto o sabor de uma mulher plenamente satisfeita que acredita apenas na sinceridade do desejo carnal.

Ricco

 Nem sei como consegui trazê-la cá para casa. Aqui no condomínio 69 onde vivo feliz, tenho a certeza que o pecado irá prevalecer novamente.

As nossas roupas continuam espelhadas pela casa e eu vou penetrá-la novamente mas desta vez no meu leito de prazer.

Sweet Sin

A noite passada foi tudo menos enfadonha! Quem diria que eu iria chegar até aqui?

O dia amanhece…depressa chega a noite …

E com a noite tudo recomeça…