Quando o sonho vira pesadelo – Parte 5 | Rúbrica: Conta-nos a tua história

Texto completo em:  Quando o sonho vira pesadelo! Foi a decisão mais sensata que poderia ter tomado, e eu e o meu filho somos felizes! Somos uma família de dois, que se ama imenso e vive a vida com muita alegria. O resto doeu, foi ferida aberta durante muito tempo, mas passou a cicatriz. O…

Quando o sonho vira pesadelo – Relato completo | Rúbrica: Conta-nos a tua história

  Quando o sonho vira pesadelo Sempre fui uma mulher romântica, sonhadora e com ideias pré-concebidas da felicidade a dois. Sempre disse que ia encontrar “o tal” e seria amor e uma cabana para toda a eternidade, seria o tal príncipe encantado montado num cavalo branco que me iria arrebatar o coração e amar para…

Quando o sonho vira pesadelo – Parte IV | Rúbrica: Conta-nos a tua história

Podes ler o inicio do teu texto aqui: Parte I Podes ler o inicio do teu texto aqui: Parte II Podes ler o inicio do teu texto aqui: Parte III A partir desse momento a nossa vida mudou novamente. Ele recebeu uma herança e resolveu ter um negócio próprio e começar uma vida nova comigo e com…

Quando o sonho vira pesadelo – Parte III | Rúbrica: Conta-nos a tua história

  Podes ler o inicio do teu texto aqui: Parte I Podes ler o inicio do teu texto aqui: Parte II O meu mundo caiu… as minhas suspeitas tornaram-se em certezas e eu sai disparada de casa em direcção a ele. Quando o vi soltei todos os palavrões que me passaram pela cabeça e nem reparei…

Quando o sonho vira pesadelo – Parte II | Rúbrica: Conta-nos a tua história

  Podes ler o inicio do teu texto aqui: Parte I Eu fiquei sem reacção, nunca esperei dele uma atitude destas e deixei-me ficar no chão sem ripostar. Até que as dores começaram a ser insuportáveis e a pancada não parava e quando o apanhei distraído fugi, fui para a rua descalça em pijama, em…

Quando o sonho vira pesadelo – Parte I | Rúbrica: Conta-nos a tua história

Quando o sonho vira pesadelo Sempre fui uma mulher romântica, sonhadora e com ideias pré-concebidas da felicidade a dois. Sempre disse que ia encontrar “o tal” e seria amor e uma cabana para toda a eternidade, seria o tal príncipe encantado montado num cavalo branco que me iria arrebatar o coração e amar para todo…

Recordo-te a sorrir, de mãos ao volante na marginal da Figueira da Foz | Rúbrica: “Conta-nos a tua história! |

Hoje apeteceu-me recordar-te. Recordo-te inúmeras vezes… Mas apeteceu-me voltar a pisar estes passadiços à beira-mar, que tantas vezes percorríamos a conversar e que, passados estes anos, a areia engoliu e o tempo desgastou. Maldito dia 4 de Abril. Passaram 9 anos, já. Tinhas a idade que tenho agora quando partiste. 29 anos e uma carreira…