Amar sem sentir

Será possível Amar sem nunca ter sentido, tocado ou mesmo ter olhado nos olhos? Nunca acreditei nisso. Tenho que sentir faísca, conhecer bem… Tenho que confiar e isso só se conquista com o tempo e[…]

Quando a amizade acaba em… Amizade.

Chego ao nosso belo prédio depois duma noite de farra com as minhas amigas e o cenário à porta do vizinho repete-se. Encosto o ouvido à porta dele, como faço tanta vez em segredo e[…]

A melhor sangria que bebi

Querida! Já viste a bela tarde de sol de hoje? Apetece-me fazer algo… Sei lá! Olha! Vamos estender a rede na varanda e prostrar-nos a contemplar o mar? Eu e tu, o sol e a[…]

X Edição do Eros Porto – Crónica do Vizinho

E chega ao fim a X Edição do Eros Porto, a maior feira Erótica do Norte país e quem sabe de Portugal. Foram 4 dias de luxuria e sensualidade onde profissionais da arte de sedução[…]

Tarde de Inverno

Texto Erótico|M18 “- Hello Mrs. V… – Boa tarde Miss E… Como está? – Estava com saudades suas… – Hum… Também tinha saudades suas Miss E… Já á muito tempo que não falava consigo…” Ali[…]

A minha secretária

Texto Erótico|M18 Nesta solidão de Inverno safo-me com o bom tinto e a lareira como companhias imprescindíveis, mas nem sempre é suficiente. A vontade de partilhar uma garrafa de Quinta de Cabriz, Reserva 2011 e[…]

Comemoração do nosso S. Valentim

Texto Erótico|M18 Passou a tarde a chover. Volta e meia entre tarefas parei para a ver cair na janela. Hoje podia ser um dia como os outros, mas a rua está cheia de namorados e[…]

Cumplicidade

Quando preciso de falar da falta de tempo, da falta de dinheiro, da falta de afecto…. Quando preciso de falar da falta de sexo, da falta de tempo…. Penso naquela que tem sempre paciência, um[…]

Meu Amor! Hoje estás diferente!

8h12. Lá estás tu! Sempre que passo pela janela da Padaria Velha lá estás tu a apreciar o teu primeiro café. Hoje estás diferente, mais bela e mais singela. Já se passaram 3 meses desde[…]

Sorriso saudoso

De todos os meus amores tu és aquele mais saudoso, pelo qual ainda suspiro de cada vez que recordo o teu sorriso… E recordo… No café da manhã, quando inspiro fundo… No fundo da rua[…]