Desejos Planetários…

Texto Erótico|M18 Café, estrelas e boa companhia?! Oyee, Little a caminho do planetário. De vestido comprido fino rosa, por baixo apenas o que trouxe ao mundo, estava calor lá fora e cá dentro. Queria ver[…]

Se um dia partires, ficará em mim a cor da terra que é a tua cor e o teu cabelo de fogo vadio que me consome em chamas.

Texto Erótico|M18 Calendarizas o meu corpo num perpetuo gostar. Sorvo cada poro que me abres ao deleite da minha língua, absorvendo o teu suor como se de mil gotas vadias bailassem na minha boca, num bailado[…]

Lambo-te toda como se me alimentasse de ti…

  Texto Erótico|M18 Se te consigo sentir ? Consigo, até nos passos que oiço no hall de entrada, mesmo sem te fazeres anunciar, sei que és tu. Quando metes a chave a porta, inundas toda[…]

E se fores uma rainha a altura quem sabe se não serei um dia teu rei.

A vida é um jogo à que aprender a jogá lo mas de preferência dentro das regras. Foi assim que me iniciei nas artes do sexo, como um jogo de xadrez. Desde miúdo sempre tive[…]

Duelo entre a Raven vs Ela. Tema: Amor

Duelo entre a Raven vs Ela. Tema: Amor Amor de outras vidas , reencontro karmico , não é o esplendor apregoado em belas histórias e melodias , é voltar a conceber um Amor temporalmente desfasado[…]

Feliz Dia da Mulher

Mulher és para mim expoente máximo do que de bom existe na Humanidade. Musa de minhas palavras… Sol nascente, do homem a sua vontade, de ser homem amigo, amante, companheiro da mulher forma poética. És[…]

O mar guardou o nosso segredo.

M18 | Conto Erotico | Deitei te entre as brumas da tua vida, contemplando o sol que beijava teu rosto, senti me bem ao teu lado nessa forma comedida, que tens de brilhar mesmo depois[…]

Prisioneiro da tua vontade e do teu querer

  Saí com o nevoeiro da noite, esse nevoeiro cerrado, úmido, envolvente e misterioso. Enquanto ouvia os meus próprios passos, esbarrei contigo, frente a frente. O meu destemor, foi o teu receio momentâneo. Quando te[…]

cheiro a palha molhada

  Já o sol no campo, dava o tom prateado, refletido no orvalho do terreno, outrora semeado, quando te vi num passo apressado ate ficar estacado, enterrando as botas, naquele campo enlameado. Peguei-te ao colo[…]

Vem como és, sem vaidades ou manias!

  Hoje, entre quatro paredes, apetecias-me, por isso vem, vem sem demagogias, ou ideias pré-formatadas, vem como és, sem vaidades ou manias, entra de rompante e atira-me ao chão, rasga-me todo e monta-me com voracidade,[…]